Fale Conosco

28 de abril de 2016

Equipe da Assistência do Htop recebe capacitação sobre Suporte Básico de Vida



Com o objetivo de capacitar ainda mais os profissionais da assistência do Hospital de Traumatologia e Ortopedia (Htop), foi oferecido nesSa quarta-feira (28), na própria unidade hospitalar, treinamento sobre Suporte Básico de Vida (SBV). A capacitação foi direcionada para enfermeiros e técnicos de enfermagem da instituição de saúde. O Htop atende pacientes oriundos do Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena nas especialidades de Ortopedia, Buco-Maxilo-Facial, Urologia, Neuroclínica e Cirurgia Plástica reparadora.

A coordenadora da equipe de enfermagem do Htop, Cátia Jussara Pereira, destacou a importância da iniciativa. “A capacitação oferecida para a área da assistência foi pensada no sentido de garantir a melhoria do atendimento a pacientes vítimas de parada cardiorrespiratória, possibilitando resposta rápida. Além disto, foi explorado o novo protocolo contendo a atualização das diretrizes da American Heart Association para Ressuscitação Cardiopulmonar (RCP)”, esclareceu.

O treinamento foi dado pela professora de Graduação em Enfermagem das Faculdades de Enfermagem e de Medicina Nova Esperança (Facene/Famene), Glaydes Nely, que coordena o projeto de Extensão de Urgência e Emergência das faculdades. Ela dividiu o trabalho em duas etapas: a primeira foi reservada para a parte teórica e segunda para a prática, com a participação da equipe trazida por ela, formada estudantes dos cursos de Medicina e Enfermagem.

“O que aconteceu durante o treinamento no Htop foi uma troca de saberes. Nós, da Facene/Famene, levamos nossa experiência para os nossos colegas e também aprendemos com o que eles nos passaram da vivência adquirida durante os anos trabalhando no hospital”, ressaltou a professora.

A equipe de enfermagem do Hospital de Traumatologia e Ortopedia mostrou-se bastante satisfeita em participar da capacitação. A técnica de enfermagem do complexo hospitalar, Naíze Santos, falou da experiência. “Foi bastante proveitoso e acrescentou muito no que se refere ao crescimento profissional. A atualização do conhecimento traz benefício para o paciente”, frisou.