Fale Conosco

22 de agosto de 2012

Entidades escolhem novos membros do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher



Uma plenária com representantes do movimento de mulheres e feministas marcou o segundo dia do seminário “O papel do Conselho de Direitos da Mulher: desafios da participação”, realizado nesta terça e quarta-feira (22), pela Comissão Provisória do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher e Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana. O evento aconteceu no Hotel Netuanah, localizado no Cabo Branco, e reuniu várias entidades representativas de mulheres e feministas do Estado.

Representantes de grupos de mulheres indígenas, quilombolas, de terreiro, juventude, trabalhadoras rurais, pescadoras, domésticas e pessoas idosas definiram de forma democrática as novas integrantes do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher, que passam a partir de agora a acompanhar as ações do colegiado.

“Eu particularmente não sabia que nós tínhamos um instrumento tão importante de atuação nas políticas públicas para as mulheres como o Conselho. Esse é um momento histórico para todos os grupos existentes no Estado”, disse a presidente da Colônia de Pescadoras do Vale do Sabugi, em Santa Luzia, Jucilândia Fernandes.

Segundo a representante do Centro da Mulher 8 de Março e do Fórum de Mulheres da Paraíba, Irene Marinheiro, os critérios para as mulheres estarem representadas no Conselho se dá na participação em grupos que tenham atuação direta com os direitos das mulheres. “O Conselho é um espaço onde as organizações podem ter voz e deliberar reivindicações da sociedade civil diretamente com o governo. É um instrumento de valorização das ações e das políticas públicas”, comentou.

Para a integrante do Movimento de Mulheres Olga Benário, Aline Ana Leite, estar no Conselho é uma grande representação social dentro do governo.  “O grupo de Mulheres Olga Benário está inserido neste espaço e com disposição para contribuir no que for em prol das mulheres”, declarou.

Composição do Conselho – Após a composição das chapas representativas dos grupos de mulheres presentes no seminário, foram eleitas as entidades com conselheiras titulares e suplentes da sociedade civil. São elas:

Titulares:

  1. Coletiva Feminista de Areia
  2. União Brasileira de Mulheres (UBM)
  3. Centro da Mulher Márcia Barbosa
  4. Centro da Mulher 8 de Março
  5. Rede de Mulheres de Terreiro
  6. Grupo de Mulheres Maria Quitéria
  7. Sindicato das Trabalhadoras Domésticas
  8. Federação das Trabalhadoras na Agricultura do Estado (Fetag/PB)
  9. Mulheres Guerreiras Potiguaras da Baía da Traição
  10. Rede Feminista de Saúde
  11. Movimento de Mulheres Olga Benário
  12. Associação de Mulheres de Patos

 

Suplentes:

  1. Associação das Trabalhadoras Domésticas de Campina Grande
  2. União Nacional de Luta por Moradia (UNMP)
  3. Núcleo de Estudos de Gênero da Universidade Federal da Paraíba – Areia
  4. Associação de Pescadoras do Vale do Sabugi – Santa Luzia
  5. Associação de Mãos Dadas pela Vida das Mulheres, Crianças e Adolescentes – Potiron
  6. Grupo de Fortaleza Mulheres Idosas
  7. Associação de Mulheres “Flor Mulher” – Santa Rita
  8. Movimento de Mulheres Trabalhadoras Rurais de Guarabira
  9. Centro de Direitos Humanos Oscar Romero – Santa Rita
  10. Quilombolas Urbanas
  11. Quilombo Rural de Santa Luzia
  12. .Grupo de Mulheres Yalodê