Fale Conosco

12 de maio de 2012

Enfermeiros representam quase 70% do quadro funcional de uma instituição de Saúde



“A Enfermagem é a ciência e a arte do cuidar e representa quase 70% do quadro funcional de uma Instituição de Saúde. É denominada de ciência porque exige um domínio técnico científico para desempenhar com segurança os procedimentos necessários ao bem-estar do paciente. É chamada de arte porque precisa ter dom, amor e dedicação ao que se faz”. A explanação é da capitã Luciana Costa, coordenadora de Enfermagem do Hospital Edson Ramalho para lembrar que no dia 12 de maio será comemorado o Dia do Enfermeiro.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) aproveita o momento para parabenizar a todos os profissionais pelo dia.

Dados do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (Cenes) do Ministério da Saúde,  apontam que Paraíba tem 12.309 profissionais  na área de  enfermagem sendo 3.725 enfermeiros; 3.641 auxiliares de enfermagem e 4.943 técnicos de enfermagem que atuam em hospitais, postos de saúde e nas unidades do Programa de Saúde da Família, os PSFs.

De acordo com a capitã, dentro da equipe multiprofissional a Enfermagem é a categoria mais presente e mais próxima ao paciente durante as 24 horas do dia. “A Categoria tem a responsabilidade de prever, promover, proporcionar conforto e bem estar ao paciente e sua rede social visando uma atenção humanizada, contribuindo de forma significativa no processo saúde-doença”,destacou Luciana Costa.

Ela explicou que a categoria se divide em nível superior e médio. As atribuições para o profissional de nível superior, que é o enfermeiro, são: receber o plantão; cumprir normas e rotinas setoriais; supervisionar a equipe de enfermagem e dar continuidade as pendências; prevê escala de serviço; prestar assistência ao paciente e família; prover o setor pelo qual responde com materiais de consumo e equipamentos; manter a ordem do setor pelo qual responde dentro da ética e legislação competente; supervisionar a limpeza e organizar o ambiente;  participar de treinamento e capacitações; abrir as prescrições médicas para dispensação das doses diárias; aplicar a sistematização da assistência e realizar procedimentos que lhe compete (sondagem vesical e nasogástrica, curativos complexos…).

Para o nível médio, que são os técnicos e auxiliares de enfermagem, as atribuições são: receber o plantão e dar continuidade as pendências; conferir materiais e equipamentos necessários à assistência; obedecer a normas e rotinas setoriais; agir com ética; contribuir com a limpeza e organização do setor; prestar assistência humanizada ao paciente; administrar as medicações prescritas; auxiliar o enfermeiro nos procedimentos que lhe compete; cumprir a sistematização da assistência de enfermagem e participar de treinamento e capacitações.