João Pessoa
Feed de Notícias

Encontro sobre Educação Profissional discute experiência do Pronatec

quinta-feira, 5 de março de 2015 - 18:05 - Fotos: 

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação (SEE), deu início, na tarde desta quinta-feira (5), ao Encontro sobre Educação Profissional. Participaram da abertura do encontro o secretário de Estado da Educação, Aléssio Trindade de Barros, e a secretária executiva de Gestão Pedagógica da Educação, Roziane Marinho. O objetivo do encontro é discutir os rumos da Educação Profissional no Estado da Paraíba.

O palestrante desta quinta-feira foi o secretário de Educação Profissional e Tecnológica (Setec/MEC), Marcelo Machado Feres, responsável pela criação, estruturação e implantação do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) em todo o país.

Aléssio Trindade afirmou que neste encontro serão apresentadas experiências positivas com o objetivo de avançar na oferta da Educação Profissional na Paraíba. Roziane Marinho destacou a importância da participação de todos que fazem a Educação Profissional como colaboradores no desafio da desenvolver ainda mais esta educação em todo o Estado.

Marcelo Feres fez um relato histórico da educação profissional no Brasil até a criação do Pronatec, em 2011, pelo Governo Federal, por meio da Lei 11.513/2011, com o objetivo de expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica no país, além de contribuir para a melhoria da qualidade do Ensino Médio.

O secretário de Educação Profissional e Tecnológica do MEC destacou ainda que a Educação Profissional por muito tempo foi vista pelos jovens como um plano B, ou seja, um caminho para aqueles que não poderiam alcançar o Ensino Superior. “Até pouco tempo atrás a Educação Profissional era considerada um plano B, mas hoje temos sete milhões de estudantes no Ensino Técnico, o que corresponde a 17% dos jovens. Nossa meta é chegar a 30%, então, podemos dizer que hoje vivemos um período positivo, de avanço, e não podemos permitir retroceder novamente”, explicou Marcelo Feres.

Outro ponto destacado pelo palestrante foi a união entre a teoria e a prática na educação profissional. “Vincular a Educação Profissional ao Ensino Médio leva nossos jovens a aprender a teoria da matemática e saber como e onde a matemática poderá ser utilizada, ou seja, aprender onde esse conhecimento pode ser aplicado faz todo sentido para essa nova geração”, ressaltou.

Marcelo Feres falou ainda sobre os resultados alcançados pelo Pronatec. “Os resultados que recebemos hoje nos mostram a transformação que esse programa trouxe à vida das pessoas, portanto, temos que reunir todas as forças em prol da educação”, completou.

Participam do encontro gestores escolares das unidades que oferecem a Educação Profissional na Paraíba, gerentes regionais e gerentes da SEE. Na sexta-feira (06), o encontro continua pela manhã, das 9h às 12h, com um relato do presidente do FNDE sobre sua experiência na gestão da Educação Profissional no Estado do Ceará e dos projetos do FNDE para Educação Profissional em nível nacional.

O que é o Pronatec?O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) foi criado pelo Governo Federal, em 2011, por meio da Lei 11.513/2011. O Pronatec busca ampliar as oportunidades educacionais e de formação profissional qualificada aos jovens, trabalhadores e beneficiários de programas de transferência de renda.

Os cursos, financiados pelo Governo Federal, são ofertados de forma gratuita por instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e das redes estaduais, distritais e municipais de educação profissional e tecnológica. Também são ofertantes as instituições do Sistema S, como o SENAI, SENAT, SENAC e SENAR. A Partir de 2013, as instituições privadas, devidamente habilitadas pelo Ministério da Educação, também passaram a ser ofertantes dos cursos do Programa.

De 2011 a 2014, por meio do Pronatec, foram realizadas mais de oito milhões de matrículas, entre cursos técnicos e de formação inicial e continuada.