João Pessoa
Feed de Notícias

Encontro reúne Comitês de Bacias Hidrográficas da Paraíba em Campina Grande

quinta-feira, 18 de outubro de 2012 - 17:00 - Fotos: 

O Governo do Estado está buscando uma maior interação com os municípios da Paraíba, órgãos estatais e Organizações Não Governamentais (ONGs) para desenvolver uma política hídrica e ambientalmente sustentável. A informação foi dada pelo secretário executivo de Recursos Hídricos e Meio Ambiente, Cristiano Zenaide, nesta quinta-feira pela manhã (18), durante a abertura do 1º Encontro Estadual dos Comitês de Bacias Hidrográficas da Paraíba, na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). O evento é promovido pelo Governo do Estado, por meio da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa).

“Estamos numa fase de mudanças, não somente em nível local, mas também nacional, da política de meio ambiente, com o Nordeste e a Paraíba, em particular, se preparando para grandes mudanças na vida socioeconômica e ambiental da população”, afirmou o Cristiano Zenaide.

Para o diretor de Gestão e Apoio Estratégico da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), Chico Lopes, o evento é de fundamental para discutir a política estadual, a fim de melhorar o processo de funcionamento de comitês estaduais. Ele informou que Paraíba possui três comitês estaduais: Rio Paraíba, Litoral Norte e Litoral.

Em relação às bacias hidrográficas, são nove, sendo que as dos rios Piranhas, Jacu, Curimataú, Trairi e Guaju, que ultrapassam as fronteiras do Estado e englobam áreas do Rio Grande do Norte, constituindo assim bacias de domínio federal. As bacias hidrográficas do Rio Paraíba, as do Litoral Sul (formadas pelas bacias dos rios Abiaí e Gramame) e as do Litoral Norte (formadas pelas bacias dos rios Miriri, Mamanguape e Camaratuba) são de domínio estadual.

Durante a abertura do encontro, houve apresentação do grupo musical Clarinetes-IFPB/JP. Ainda pela manhã, houve uma mesa redonda sobre “Participação pública em gestão de recursos hídricos: uma análise do caso paraibano”, com a doutoranda em recursos naturais da UFCG, Adriana Ribeiro, mediada pelo professor Alain Marie Bernard Passerat de Silans. Os debatedores foram Chico Lopes e Maria de Lourdes, do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs).

Adriana Ribeiro fez uma avaliação da situação das bacias paraibanas e apontou que é preciso atualizar os planos das áreas hidrográficas, além de reforçar as estratégias de relacionamento entre os três comitês existentes no Estado para que as ações sejam mais efetivas.

O roteiro de atividades do Encontro Estadual de Comitês de Bacias Hidrográficas da Paraíba continuou à tarde com a apresentação do painel “A experiência exitosa em gestão participativa dos recursos hídricos na bacia hidrográfica do rio Salgado, no Ceará”, apresentada pelo ex- presidente do comitê cearense, Antonio Alves.