Fale Conosco

9 de dezembro de 2013

Encontro promove avaliação anual de rede de ouvidorias e planejamento de metas para 2014



Nesta quinta-feira (12), será realizada a I Reunião de Avaliação 2013 e Planejamento da Ouvidoria Geral do Estado e Rede de Ouvidorias. O encontro terá início a partir das 8h, no auditório da Escola de Serviço Público do Estado (ESPEP), com objetivo de promover a cultura de avaliação institucional nos agentes públicos, fomentar a cultura avaliativa para os serviços prestados nas ouvidorias, como também atuar como instrumento de apoio à gestão pública.

Ao avaliar o trabalho desempenhado nas ouvidorias, torna-se possível planejar as metas e diretrizes para o ano de 2014, no sentido de ampliar a rede de ouvidorias do Estado, não apenas quantitativamente, mas na qualidade dos serviços dispensados a população e ao mesmo tempo capacitar ouvidores e correspondentes.

No decorrer do evento, haverá palestras e painéis, como a ministrada pelo professor Dr. Joabson Nogueira, diretor geral do IFPB, campus João Pessoa, sobre “Gestão Pública e Avaliação Institucional”; um painel apresentado pela extensionista da UFPB, Maria Senharinha Ramalho, sob o título “Diretrizes para o processo da autoavaliação”, finalizando com a realização de trabalhos em grupo e apresentação dos resultados que serão os indicadores para as metas de 2014.

Na oportunidade, haverá a apresentação do portal da Ouvidoria Geral do Estado. “Gostaria de reforçar aos ouvidores e toda a rede de correspondentes do Estado sobre a importância desse evento para a construção de novas políticas para a implementação da qualidade dessa ferramenta primordial para a sociedade e também para a gestão pública”, afirmou a ouvidora geral, Tânia Brito.

O encontro surge com a função de unificar as ouvidorias existentes, que, até então, trabalhavam de forma setorial, criando uma interação maior por meio de uma política uniformizada, observando os limites e dificuldades apresentadas para melhor atender a sociedade. A organização do evento é regida pela professora e assessora do Sistema Penitenciário, Ivanilda Matias Gentle, com a participação de uma comissão composta por membros da UFPB e OGE.