João Pessoa
Feed de Notícias

Encontro de Prefeitos debate alternativa para amenizar crise financeira

sexta-feira, 13 de novembro de 2009 - 12:30 - Fotos: 

A redução da receita de municípios por conta da diminuição de repasses federais do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e a elaboração do Plano Diretor Participativo como alternativa para amenizar os impactos da crise financeira nas prefeituras são os assuntos em destaque no 5º Encontro Nordestino de Prefeitos. O evento, que começou nesta quinta-feira e termina nesta sexta-feira (13), é organizado pela União Brasileira de Municípios (Ubam) e tem o apoio do Governo da Paraíba. O encontro acontece no auditório do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em João Pessoa.
 
De acordo com o presidente da Ubam, Leonardo Santana, há prefeituras paraibanas que tiveram diminuição de até 18% nas receitas municipais em função da redução do FPM. “Tem prefeitura que está diminuindo o expediente de 8 horas para 5 horas de funcionamento diário. Elas abrem às 8h e fecham às 13h para economizar as despesas com contas de água, luz e pessoal. Se não for desse jeito, as prefeituras vão fechar as portas na Paraíba”, descreu Leonardo Santana.
 
No 5º Encontro Nordestino de Prefeitos, o superintendente do Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual (Ideme), Achilles Leal Filho representou o governador da Paraíba, José Maranhão. O superintendente do Ideme destacou que uma das alternativas para superar a crise financeira nas prefeituras é a elaboração do Plano Diretor Participativo.
 
“O Plano serve para que prefeitos planejem e executem ações que favoreçam o desenvolvimento dos municípios, como o apoio das prefeituras ao desenvolvimento do comércio local e a criação de indústrias”, explicou Achilles Leal Filho. O Ideme oferece corpo técnico, como arquitetos e economistas, para a elaboração do Plano Diretor Participativo nos municípios paraibanos.

 
Bartolomeu Honorato, da  Assessoria de imprensa do Ideme