João Pessoa
Feed de Notícias

Empresas vão investir mais de R$ 570 milhões na Paraíba

quarta-feira, 26 de setembro de 2012 - 18:00 - Fotos:  João Francisco/Secom-PB

Dez empresas deverão investir mais de R$ 570 milhões na instalação de suas unidades e prorrogação de incentivos fiscais em seis municípios paraibanos nos ramos de fabricação de cimento, higiene pessoal, artefatos de concreto, fabricação de vidros, entre outros. Os projetos foram aprovados terça-feira (25) pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Estadual da Paraíba (Fain), durante reunião na sede da Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep). Os empreendimentos vão gerar em torno de 570 empregos diretos.

Segundo o diretor de Desenvolvimento Econômico da Cinep, Juliano Gorski Antônio, os incentivos fiscais são estímulos concedidos pelo Estado para impulsionar e fomentar, por meio de parcerias com a iniciativa privada, determinados setores e atividades industriais de relevância para a política econômica do Estado. Para concessão dos incentivos fiscais são analisados, dentre outros requisitos, a localização, o número de empregos gerados, assim como o volume de investimentos aportados na consolidação dos empreendimentos.

O grupo cimenteiro internacional Cimpor, de origem portuguesa, por exemplo, teve o seu projeto aprovado e vai ampliar os seus investimentos na Paraíba, com a construção de uma fábrica na cidade do Conde, cujos investimentos serão na ordem de mais de R$ 520 milhões. Serão gerados 150 postos de trabalho de forma direta com a produção de 1,6 milhão de toneladas de cimento/ano de capacidade instalada.

Segundo o gerente do projeto da Cimpor no Conde, Eduardo Baumhardt, no processo de instalação da fábrica, que compreende desde os serviços de terraplenagem até a construção da unidade, serão gerados cerca de 1.500 empregos. A obra deverá ser concluída em fevereiro de 2014. “Em parceria com o Senai e Prefeitura Municipal, conseguimos capacitar mais de 150 pessoas e até o final da construção da fábrica serão treinadas mais de 800 pessoas”, lembrou.

Ele destacou que a aprovação do projeto da Cimpor pelo Conselho Deliberativa do Fain é o coroamento de um trabalho intensivo e reconhecimento importante tanto para o grupo, quanto para o próprio Estado. “Não estamos mais falando em expectativa, mas de concretização de um projeto que vamos realizar até fevereiro de 2014”, disse.

 

E comentou: “Instalar uma nova cimenteira na Paraíba é um projeto que nós ambicionávamos há muito tempo. Até por termos uma fábrica aqui, em João Pessoa, relativamente perto. Agora, finalmente vamos avançar nossas metas. A nova indústria em Caxitu, no município do Conde, é projeto muito importante para nós e tenho certeza que é também para o Estado, por conta dos investimentos e geração de empregos”.

 

Na fábrica em João Pessoa, o Grupo Cimpor tem uma produção de 800 mil toneladas de cimento por ano e emprega 120 pessoas diretamente e 250 de forma indireta.

 

Ampliação – A empresa paraibana Precon Artefatos de Concreto Ltda foi outra beneficiada pelo Fain e vai poder ampliar o seu portfólio de produtos com a fabricação de tubos de concreto pluviais, blocos estruturantes e blocos para pavimentação. De acordo com o sócio administrador da Precon, Paulo Antônio de Souza Borges, a unidade foi instalada no Distrito Industrial de João Pessoa em maio do ano passado e atua na fabricação e comercialização de estruturas pré-moldadas de concreto armado (postes para distribuição de energia elétrica).

 

Numa área de 10 mil m², tem uma produção mensal de 700 unidades, e agora, com os incentivos fiscais pelo Fain, vai conseguir dobrar a sua produção, além de fabricar, no segundo ano do empreendimento, 1.500 tubos de concreto pluviais, e no terceiro ano, 18.500 m² de blocos estruturantes (substitui tijolo de cerâmica nas construções civis) e a mesma quantidade de blocos para pavimentação (calçadas, ruas, entre outros).

 

Ele disse ainda que vai ampliar o número de empregos de oito para 48. “Vejo com bons olhos a iniciativa do Governo do Estado, pois precisamos muito desse incentivo para ficar na Paraíba e gerar desenvolvimento para o Estado, que é desejo nosso. Temos boas perspectivas de negócios por conta da demanda no mercado que tem recorrido a outros Estados, como o vizinho Pernambuco”, observou.

 

Fain – Esse foi o quarto encontro de trabalho do Conselho Deliberativo do Fain para aprovar projetos de viabilidade econômica com o objetivo de impulsionar e fomentar o desenvolvimento da Paraíba. Somente este ano, cerca de 20 empresas tiveram as suas propostas aprovadas.

 

O conselho é composto por representantes das Secretarias de Estado do Turismo e do Desenvolvimento Econômico; do Planejamento e Gestão; da Receita Estadual; da Infraestrutura; Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep), Federação das Micro e Pequenas Empresas do Estado da Paraíba (Femipe), Banco do Nordeste (BNB), Centro das Indústrias do Estado da Paraíba (Ciep), Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep) e Departamento de Administração de Incentivos (Deai) da Cinep.