João Pessoa
Feed de Notícias

Empreender-PB apresenta modelo de operação a potenciais parceiros

sexta-feira, 1 de abril de 2011 - 10:49 - Fotos: 

O modelo de operação do Empreender Paraíba foi apresentado aos representantes de aproximadamente 20 instituições, que estão entre as potenciais parceiras do Programa. Durante o evento, que aconteceu no auditório da Cinep, os participantes tiveram a oportunidade de tirar dúvidas sobre as quatro linhas de crédito do Programa e apresentar sugestões, contribuindo para a consolidação do modelo final e operacionalização do Empreender-PB.

O secretário executivo do Programa, Tárcio Pessoa, explicou os critérios e as vantagens oferecidas pelas quatro linhas de crédito do Programa, que visam fomentar o desenvolvimento de: grupos de empreendedores individuais; negócios sociais sustentáveis; compras governamentais através das micro e pequenas empresas (MPEs) paraibanas; e núcleos de produção coletiva (APL´s).

No caso dos empreendedores individuais, o Empreender-PB vai priorizar os grupos em uma perspectiva de produção nuclear, de modo que ainda que a produção seja individualizada, a sua comercialização deverá ser coletiva. Para estes empreendedores, o programa poderá oferecer empréstimos de 1  até 30 salários mínimos – sendo que o primeiro financiamento será de no máximo 10 salários.  A taxa de juros será de 0,9% ao mês – bem abaixo da praticada no mercado.

O Programa também vai oferecer uma linha especial para os grupos socialmente vulneráveis como: beneficiários do Bolsa Família; egressos do sistema prisional; mulheres em situação de violência; indígenas; quilombolas; e jovens.  Nesta vertente, serão firmadas parcerias com as secretarias da Mulher, Cultura, Educação, Esporte e Lazer, Desenvolvimento Humano, dentre outras. Segundo Tárcio Pessoa, o Empreender-PB atuará na capacitação e acompanhamento técnico no desenvolvimento de atividades produtivas para gerar emprego, renda e inclusão social.

No âmbito das compras governamentais, o programa oferecerá a possibilidade de antecipação de recebíveis. A linha é voltada para pequenas e médias empresas paraibanas, que tenham recursos a receber através de licitações públicas do Estado, no valor de até R$ 80 mil.

O Empreender-PB é vinculado à Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico do Estado da Paraíba. Para o titular da pasta, Renato Feliciano, a implantação do Programa vai revolucionar a economia do Estado, oferecendo aos micro e pequenos empreendedores acesso ao crédito, à capacitação e ao mercado.

Novidade – Na modalidade de fomento aos núcleos de produção coletiva, está uma das grandes inovações do Empreender-PB: será utilizada a estratégia de formação de Joint Ventures. Os limites de valores a serem financiados serão estabelecidos no edital de inscrição, que segundo Tárcio Pessoa, está previsto para ser lançado em abril.

Nesta linha de crédito, para cada um dos projetos será alocado um gestor previamente qualificado pelo Empreender-PB, o qual oferecerá orientação técnica e gerencial, desenvolvendo durante o período do contrato a função de executivo do negócio.
   
Participantes – Participaram do encontro na manhã desta quinta-feira (31) representantes de várias entidades, órgãos estaduais e municipais, a exemplo de: SETDE, IFPB, SEDH, EMAPA, EMATER, COOPERAR, CDRM, PBTur, FAC, FUNAD, SEBRAE, EMPREENDER JP, SEMDH,Agência MANDALA, PBJunior ,Banco do Nordeste do Brasil (CREDIAMIGO), Banco do Brasil, FAMUP entre outros.