João Pessoa
Feed de Notícias

Empreender-PB financia Complexo Turístico na praia de Coqueirinho

sexta-feira, 19 de outubro de 2012 - 10:48 - Fotos:  Kleide Teixeira/Secom-PB

Um Complexo Turístico de Lazer com oito bares, sorveteria e loja de artesanato, com capacidade para receber 2.400 pessoas ao mesmo tempo, está sendo concluído na praia de Coqueirinho, uma das mais bonitas do Brasil, localizada no município do Conde, litoral sul da Paraíba.

A obra, financiada pelo Empreender PB, programa de crédito subsidiado do Governo do Estado, representa um investimento de R$ 500 mil que foram repassados pelo programa à Associação dos Donos de Barracas na Costa do Conde (ADBCC). O complexo turístico está sendo construído com 170 metros quadrados em terreno de 3.518 metros quadrados

De acordo com o presidente da ADBCC, Emanuel Marcondes Almeida Batista, o complexo terá praça de eventos, quiosque para informações, chuveiros e banheiros. Também haverá ambulantes cadastrados e identificados com crachá para a venda de produtos avulsos.

Cerca de 2.400 pessoas sentadas poderão estar ao mesmo tempo dentro do Centro Turístico. “Um bar emprega, no mínimo, seis pessoas, serão nove estabelecimentos comerciais, fora os ambulantes. Isso será um núcleo importante na geração de renda para o Município. Estamos empregando comerciantes locais gerando 300 empregos. É só o início, temos muito pela frente”, afirmou Marcondes.

Acessibilidade – Para garantir acesso fácil para todos, o Centro foi projetado com passeios que dão acesso aos banheiros e bares. Haverá também um sistema de segurança com equipamentos e pessoal especializado. O som no ambiente é algo que os responsáveis estão discutindo. “Estamos contratando uma empresa que conhecemos na Feira do Empreendedor do Sebrae, para colocar torres de som. Nossa discussão é por um sistema de som uniforme para todos. O turismo tem que ser visto de forma profissional”, ressaltou Emanuel Marcondes.

Lixo – Um convênio firmado com uma empresa de João Pessoa prevê o incentivo à coleta seletiva na praia. A empresa vai comprar os resíduos por um valor simbólico, retirando diariamente o lixo do local. O presidente da ADBCC acredita que essa atitude vai se estender a vários estabelecimentos da área, como por exemplo, as pousadas. “O lixo será tratado com responsabilidade”, avaliou.

O terreno para a construção do Complexo Turístico de Coqueirinho (3,5 mil metros quadrados) foi cedido pela Secretaria do Patrimônio da União para os comerciantes associados à ADBCC que já possuíam barracas em local não autorizado. Fundada em 2004, a Associação iniciou a luta pelo Centro Turístico em 2006 quando o atual presidente Emanuel Marcondes Batista assumiu.

O começo – A ADBCC contou com a ajuda de parceiros e conseguiu, há quatro anos, o apoio da Prefeitura Municipal do Conde. Idealizado pelos associados e projetado pelo arquiteto Frankie Muniz, o Centro Turístico de Coqueirinho chegou ao conhecimento do Governo do Estado que liberou, em dezembro do ano passado, o valor avaliado para financiar toda a obra através do Empreender PB.

Segundo o presidente da ADBCC o projeto foi desenvolvido para oferecer ao turista um local apropriado ao descanso, lazer e contato com a cultura regional, tendo em vista a preocupação com a preservação ambiental e o desenvolvimento sustentável.

“Quando assumi em 2006 já havia um processo do Ministério Público Federal para a retirada de todas as barracas de Coqueirinho e resolvi assumir a luta. Criar um projeto de desenvolvimento sustentável onde cada um pudesse continuar trabalhando, mas com responsabilidade ambiental em tudo que envolve o aparelhamento turístico”, declarou Emanuel Marcondes.

José Arimateia do Nascimento, dono de um dos bares do Centro Turístico, é filho de comerciantes locais e já negocia há 14 anos na praia. Ele está trabalhando como um dos peões da obra enquanto o bar não começa a funcionar e fala com otimismo sobre a construção: “Antes a gente trabalhava preocupado porque sabia que poderia ser retirado daqui a qualquer momento. Agora a situação é outra. Vamos trabalhar tranquilos, com toda a situação regularizada para atender bem os que chegam. Os turistas não ficavam aqui muito tempo, porque não havia banheiro. Agora, com certeza o cliente que chegar não vai embora”, declarou José.

Programação cultural – Um calendário cultural já foi idealizado para ser divulgado na mídia logo depois da inauguração. De acordo com o presidente da Associação, os artistas locais serão prioridade para subir ao palco da praça de eventos do Centro Turístico de Coqueirinho.