Fale Conosco

5 de julho de 2018

Empasa realiza peixamento em reservatórios e beneficia 1.800 piscicultores



A criação de peixes de água doce tem se tornado uma opção de renda no interior da Paraíba, principalmente com o aumento no volume de água, seja nos mananciais públicos ou privados, e vem recebendo apoio do Governo do Estado, por meio da Empresa Paraibana de Abastecimento e Serviços Agrícolas (Empasa). Graças a uma programação mensal, alevinos de qualidade têm sido ofertados, e neste mês de junho, a estatal promoveu o peixamento de 360 reservatórios, beneficiando diretamente 1.800 piscicultores.

Trezentos mil alevinos de tilápia, tambatinga e tambaqui foram ofertados em junho a agricultores familiares nos municípios de Solânea, São Sebastião de Umbuzeiro, São José de Piranhas, São João do Rio do Peixe, Poço Dantas e Itaporanga.

Mais de 1 milhão de alevinos já foram entregues esse ano. A meta até o final de 2018 é ofertar 5 milhões para atender os reservatórios nos 223 municípios da Paraíba.

Para o presidente da Empasa, José Tavares Sobrinho, o governo tem apostado neste grande potencial produtivo que é a piscicultura de águas interiores, aprimorando a mão de obra dos agricultores familiares e ofertando a principal matéria prima, que é o alevino, proporcionando em consequência a geração de emprego e renda.

A ação tem sido executada pela Empasa e Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap).