João Pessoa
Feed de Notícias

Empasa comercializa mais de 300 mil toneladas de produtos

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015 - 12:39 - Fotos:  Secom-PB

A Empresa Paraibana de Abastecimento e Serviços Agrícolas (Empasa), vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, comercializou um total de 330.566,5 toneladas de produtos hortigranjeiros e outros grupos (ovos, cereais, pescados e demais gêneros), entre janeiro e dezembro de 2014, nos três entrepostos localizados em João Pessoa, Campina Grande e Patos, alcançando mais de meio milhão de reais.

O agrocentro campinense superou as expectativas, alcançando um índice de 46,73%, com a comercialização de 154.437,0 t. Já a sede, na Capital, obteve 39,24% comercializando 129.726,5 t. No entreposto de Patos, o movimento foi menor com participação de 14,03% coma venda de  46.403,0 t. Desses números, as frutas/hortaliças representam 96,25% contra os demais grupos que chegam a apenas 3,75%.

“Os estudos do nosso departamento de planejamento estimam que o resultado do valor financeiro decorrente das transações comerciais efetuados pelos operadores do mercado e seus clientes tenha alcançado a cifra de R$ 574.458.254,00”, revelou o presidente da Empasa, engenheiro José Tavares Sobrinho.

Com esse resultado foi registrado uma alta de 4,04% em comparação ao ano de 2013, que contabilizou 317.718,3 t. Já o crescimento comercial dos três entrepostos foi de 4,54%, índice considerado baixo em consequência do longo período de estiagem nas regiões supridoras, o que contribuiu para a alta da inflação com a redução das principais ofertas das hortaliças (tomate, batatinha e cebola pêra).

Das principais frutas/hortaliças negociadas nos entrepostos, a laranja pera apresentou melhor performance com 14,14%, seguida do tomate (11,25%), batatinha (10,17%), cebola pera (7,13%), melancia (7,12%), banana pacovan (7,08%), cenoura (5,95%), maçã nacional (4,80%), abacaxi (4,40%), batata doce (3,66%), inhame da costa (1,39%), e mamão haway (1,06%).

Entre a participação dos Estados, a Paraíba aparece com 28,33% dos produtos comercializados, ficando Pernambuco, Sergipe, Bahia, Ceará e Rio Grande do Norte, como os principais fornecedores, e Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Pará e Goiás completando o canal de comercialização.