João Pessoa
Feed de Notícias

Emoção e homenagens marcam celebração natalina da Penitenciária de Psiquiatria Forense

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013 - 17:37 - Fotos: 

A Penitenciária de Psiquiatria Forense (PPF) realizou a sua confraternização natalina, na tarde desta quarta-feira (18), com a celebração de uma missa pelo Padre Marcílio, da Paróquia São José, do bairro de Cruz das Armas. Mais de cem internos participaram da comemoração, que também contou com a participação de toda a equipe de funcionários da instituição. O evento, que homenageou a ex-diretora da unidade, Andréa Lígia, falecida recentemente, foi promovido pelo Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap). Na ocasião, foi oferecido um lanche aos internos com bolos, doces salgados e distribuição de pizza.

O secretário Wallber Virgolino pontuou o evento como o fechamento de mais um ano de trabalho árduo, mas que vem surtindo bons resultados. “Eu não poderia deixar de agradecer a todos os funcionários da Penitenciária de Psiquiatria Forense pela dedicação e o empenho dos mesmos, no desenvolvimento de um trabalho desafiador, por ser uma unidade penal diferenciada, o que requer ainda mais a sensibilidade dos profissionais envolvidos no processo. Contudo, quero ressaltar o belíssimo trabalho que vem dando frutos e já pode ser visualizado pela sociedade, a exemplo da horta terapêutica, que é cuidada pelos próprios internos, que cultivam hortaliças de forma totalmente orgânica. Quero finalizar minhas palavras dizendo que esta celebração é a coroação do trabalho de toda uma equipe”, ressaltou, conclamando a equipe para mais um ano de trabalho com compromisso.

O diretor da unidade, Rogério Gominho, enfatizou: “Este tipo de celebração é sempre benéfica, seja para os internos, para os servidores ou para aquelas pessoas que vêm trazer o serviço de catequização para as unidades prisionais, e especialmente, no final de ano, pois acaba sendo uma retrospectiva de um ciclo iniciado em janeiro e finalizado em dezembro, portanto, é um momento de reflexão do que a gente conseguiu fazer de bom, no que pode melhorar e para terminar uma missa com Padre Marcilio, junto com as pessoas, que é sempre um momento muito feliz”.

Adiante, Rogério Gominho fez uma projeção para o próximo ano: “Em 2014, o nosso desejo é de que possamos fornecer um melhor serviço médico psiquiátrico, para consequentemente auxiliar nos tratamentos desses internos durante o cumprimento das medidas de segurança daqueles que apresentaram um transtorno psiquiátrico ou algum tipo de perturbação nas unidades”.

A psicóloga da unidade, Ana Campos, falou emocionada do trabalho no PPF. “Aqui a gente desenvolve um trabalho técnico de acompanhamento psicológico, mas nos envolvemos bastante com o cotidiano desta unidade. Eu costumo dizer que esta equipe de funcionários é uma verdadeira família e quando chega o final de ano, que culmina com esta celebração que realizamos anualmente, temos a sensação de dever cumprido e isto é muito confortante e motivador, por isso eu sempre me emociono nestes momentos”.