Fale Conosco

10 de março de 2014

Emepa e Faepa discutem parcerias técnicas



Diretores da Empresa Estadual de Pesquisa Agropecuária da Paraíba (Emepa) estiveram reunidos, na última semana, com o presidente do Sistema Faepa/Senar-PB, Mário Borba, para discutir a aplicação de tecnologias e pesquisas desenvolvidas pela Emepa no Programa Sertão Empreendedor: Um novo Tempo para o Semiárido.

O Programa, realizado em uma ação conjunta com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), visa disponibilizar aos produtores rurais novas tecnologias e práticas de convivência com a seca.

O “Sertão Empreendedor” ocupará 25% das regiões semiáridas da Paraíba, que abrangem 43 municípios. Na primeira etapa, em cada uma das cidades que fazem parte do projeto, uma equipe técnica do Senar-PB apresentará as ações e alternativas tecnológicas que fazem parte do Programa.

Para o presidente, Mário Borba, é indispensável essa parceria entre as duas instituições, já que a Emepa dispõe de diversas pesquisas para o agricultor conviver melhor com as adversidades causadas pelos períodos de estiagem, além de ter credibilidade nacional em tecnologias para o setor agropecuário e possuir rebanhos com alto padrão genético.

Mário Borba, que também é presidente da ABCSindi, e a diretoria da Emepa ainda discutiram outra parceria que visa realizar um trabalho de controle leiteiro dos rebanhos da raça Sindi, que é parte do programa melhoramento genético, a qual Emepa é detentora de um dos melhores rebanhos. A realização desse controle permitirá inserir a raça Sindi no Programa Nacional de Melhoramento Genético de zebuínos leiteiros, que é coordenado pela Embrapa.

Segundo o diretor técnico da Emepa, Wandrick Hauss de Sousa, a proposta é implementar, através do Programa Pró-Genética, testes de progênies aqui na Paraíba e melhorar a qualidade do rebanho que será comercializado. Isso irá contribuir para aumentar a produção e a renda do produtor rural.