João Pessoa
Feed de Notícias

Emepa e Emater implantam apiários no Ecoprodutivo em três municípios

terça-feira, 17 de outubro de 2017 - 16:19 - Fotos:  Divulgação

Os agricultores familiares residentes no Assentamento Quilombola Pitombeira, no município de Várzea, no Sertão, próximo à cidade de Patos, onde o Governo do Estado implantou o Projeto Ecoprodutivo, receberam nesta semana mais uma importante atividade para a geração de renda. Numa ação coordenada pelo técnico Leon Denis Batista do Carmo, da Emepa, em parceria com a Emater – empresas integrantes da Gestão Unificada – foram implantados apiários, dando início a produção de mel de abelha na região.

Anteriormente, ação semelhante foi realizada no Assentamento Oziel Pereira, no município de Remígio e Alagamar, em Salgado de São Felix, no Agreste, onde também está instalado o Projeto Ecoprodutivo. Em ambas as comunidades, estão sendo instalados apiários modelos visando alta tecnologia de produção, com o acompanhamento dos pesquisadores da Emepa e dos extensionistas da Emater.

No Quilombolas Pitombeira, em Várzea, agora atendido com o apiário, são beneficiadas 65 famílias também com outras ações. Ali ainda foi feita a distribuição de 3.600 raquetes de palma forrageira para multiplicação dos campos e formação de bancos de proteína animal. A comunidade também conta com uma estação meteorológica, ganhou um kit de energia solar, um automóvel para apoio à assistência técnica. Lá foi construída uma barragem subterrânea, foram perfurados dois poços e distribuídos oito reprodutores de caprinos e ovinos das raças Boer, Savana e Dorper.

Os agricultores de Pitombeira, como nos demais integrantes do Ecoprodutivo, receberam mudas frutíferas das espécies pinha, goiaba, caju, graviola, maracujá, coco, jaca e plantas florestais como pau d’arco, mororó, aroeira, jucá, cedro, catingueira, moringa, juazeiro, mulungu, saboneteira, jenipapo e sabiá, que vão ajudar na recuperação da vegetação. Também houve cursos de capacitação em várias modalidades, em sintonia com as necessidades da comunidade

Nas outras comunidades integrantes do Ecoprodutivo as famílias participaram de cursos sobre educação ambiental, resíduos sólidos e coleta seletiva, segurança alimentar, processamento de frutas, associativismo, manejo sobre criação de caprinos e ovinos.

Dependendo da vocação, as famílias são estimuladas a trabalhar com apicultura, suínos, avicultura, piscicultura e bovinos. Agora começam a atividade com a criação de abelha para a produção de mel. As estradas vicinais também serão recuperadas e poderá ser construída passagem molhada, dependendo da necessidade.