João Pessoa
Feed de Notícias

Emater processa revitalização de ações voltadas para a agricultura familiar

terça-feira, 14 de dezembro de 2010 - 16:37 - Fotos: 

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater-PB) mobiliza de forma simultânea, 600 agricultores familiares e técnicos da empresa em oficinas de planejamento de assistência técnica e extensão rural que teve início nesta segunda-feira (13) e  terça-feira (14) no Conde, Esperança, Campina Grande, Alagoa Nova e Solânea. 

As atividades fazem parte da execução de dois convênios entre a estatal e o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), assinados em novembro desse ano que vão atender 5.380 agricultores familiares de 38 municípios nos territórios do Cariri Ocidental e Borborema.

Na Paraíba, 29 empresas estão aptas para concorrerem às chamadas públicas de assistência técnica do MDA. Na disputa, os projetos elaborados pela Emater-PB foram selecionados e a empresa fará a execução em doze meses. Após a execução, esses projetos, orçados em R$ 4 milhões, têm a possibilidade de renovação por um período de quatro anos.

No calendário de atividades prevista nos dois convênios, a próxima etapa prevê a realização de Diagnósticos das Unidades Produtivas Familiares – UPF’s, onde os técnicos da Emater-PB se deslocarão às propriedades de agricultores familiares dos municípios contemplados para fazer um levantamento das potencialidades agrícolas.

Também acontecerão visitas técnicas, reuniões coletivas, “Dias de Campo”, encontros, atividades grupais e avaliações nos 38 municípios contemplados do Cariri Ocidental e Borborema.

No Território do Cariri Ocidental a Emater-PB vai estimular o processo de educação ambiental com ações de convivência com o Semiárido, fomentar o aprimoramento e implementação de tecnologias de manejo sustentável dos recursos naturais da caatinga e contribuir com a organização da produção da ovinocaprinocultura junto a 1.600 agricultores.

As ações que serão executadas pela empresa serão pautadas a partir do seu Plano Anual de Trabalho e diretrizes da Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Pnater), como: geração de renda e agregação de valor, combate à pobreza rural, sustentabilidade dos sistemas de produção, além de segurança e soberania alimentar e nutricional.

Conforme dados do projeto Nova Ação em Ater no Cariri Ocidental, elaborado por técnicos da empresa, vencedor da chamada pública do MDA, 39,52% da população na região vive no meio rural que corresponde a 47.429 agricultores.

A proposta do projeto da Emater-PB, voltado para 3.780 agricultores familiares do Território da Borborema tem como objetivo prestar serviços de ater para transição agroecológica, organização da produção para comercialização e organização social.

Dados do Plano Territorial de Desenvolvimento Rural Sustentável da Borborema dão conta que a agricultura familiar no Território da Borborema representa 93,7% dos estabelecimentos rurais e é responsável por 61,4%  da produção, chegando até a 90% em alguns municípios como Areial e Montadas. 

Os municípios contemplados no Território do Cariri Ocidental são: Assunção, Amparo, Camalaú, Congo, Coxixola, Livramento, Monteiro, Ouro Velho, Parari, Prata, São João do Tigre, São José dos Cordeiros, São Sebastião do Umbuzeiro, Serra Branca, Sumé, Taperoá e Zabelê.

No Território da Borborema, o projeto de ater da Emater-PB contempla os seguintes municípios: Areia, Alagoa Nova, Algodão de Jandaíra, Arara, Areial, Borborema, Casserengue, Campina Grande, Esperança, Lagoa Seca, Lagoa de Roça, Montadas, Matinhas, Massaranduba, Pilões, Puxinanã, Queimadas, Remígio, Serraria, Serra Redonda e Solânea. 

Da Assessoria de Comunicação da Emater-PB