João Pessoa
Feed de Notícias

Emater participa de 3ª Conferência Nacional da Aqüicultura e Pesca

terça-feira, 6 de outubro de 2009 - 12:48 - Fotos: 
A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater-PB) foi representada na 3ª Conferência Nacional de Aqüicultura e Pesca encerrada na sexta-feira (02), em Brasília, pelo médico veterinário e assessor estadual de Piscicultura, Lino Gonçalves Nonato, que defendeu na ocasião o fortalecimento da extensão rural com a contratação de mais técnicos e aquisição de novos veículos e equipamentos para um melhor desenvolvimento da atividade pesqueira no litoral Norte eSsul do Estado.

Durante o evento, que aconteceu no Centro de Convenções Ulisses Guimarães, foram discutidos diversos temas relacionados ao desenvolvimento estadual de aqüicultura e pesca, com destaque para as áreas indígenas, no que diz respeito à exploração de peixes em tanques escavados. A delegação da Paraíba foi composta por mais de 50 pessoas, entres técnicos, empresários, presidentes de colônias e associações de pesca, pescadores e pescadoras.

A Paraíba, segundo Lino Gonçalves, tem um grande potencial hídrico para a produção de pescado. São 131 quilômetros de costa marinha, cinco mil hectares de manguezais, oito bilhões de metros cúbicos represados em mais de 3.500 açudes de pequeno, médio e grande portes, entre públicos e privados.   “Esse potencial contribui, sobremaneira, para a produção nacional de pescado” destacou.

Paraíba na Rede – Criar condições de atendimento aos pescadores produtores na linha de projetos de financiamento e, principalmente, na assistência técnica para exploração racional da atividade pesqueira. Este é o objetivo do Projeto Paraíba na Rede, elaborado pela Emater, e que prevê a construção do sistema paraibano de assistência técnica e extensão pesqueira e aquícola no Estado.

O projeto, que aguarda aprovação do Ministério da Pesca e Aqüicultura (MPA), envolve recursos da ordem de R$ 2.395.000,00 e contempla a formação de uma equipe técnica multidisciplinar composta por engenheiros de pesca, biólogos e zootecnistas.
        
Beneficio  – Segundo o autor do “Paraíba na Rede”, engenheiro de Pesca da Emater, Elton Cunha, o projeto será executado dentro da própria Emater e vai apoiar os Territórios da Cidadania e Formação de Redes e está alinhado com a Política Nacional de Assistência Téncica e Extensão Rural (PNATER). A proposta é beneficiar diretamente 10 mil pessoas, contribuindo para a redução da fome e da miséria de 100 mil paraibanos.

Lourdinha Araújo, da Assessoria de Imprensa da Emater-PB