João Pessoa
Feed de Notícias

Emater e Embrapa firmam parceria para fortalecer a caprinocultura na Paraíba

terça-feira, 6 de maio de 2014 - 16:33 - Fotos:  Secom-PB

Uma parceria a ser firmada entre a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater Paraíba) e a Embrapa vai permitir a transferência de tecnologia para criadores de caprinos e bovinos produtores de leite no semiárido paraibano. A informação é do coordenador de Operações da Emater, Jailson Lopes da Penha, adiantando que inicialmente serão cadastrados 1000 produtores de leite, que se tornarão repassadores dos conhecimentos adquiridos após curso de capacitação pela Embrapa e se tornarão multiplicadores. Nesse processo serão selecionadas 50 propriedades que servirão como unidades de referência.

Durante a Jornada de Inclusão Produtiva, que aconteceu no município de Monteiro na semana passada, a pesquisadora da Embrapa, Caprinos Nívea Regina de Oliveira Felisberto, informou que a parceria será firmada com a finalidade de executar dois importantes projetos voltados para o desenvolvimento da caprinocultura leiteira no Estado. Um dos projetos prevê a atuação da Embrapa quanto a capacitação de técnicos da Emater Paraíba e o outro se destina à transferência de tecnologia e a busca de sustentabilidade do sistema de produção caprina.

Na oportunidade, houve uma demonstração sobre as boas práticas agropecuárias ensinando aos agricultores o passo a passo da ordenha, com destaque para a higienização, conduzida pelo técnico Leandro Oliveira Silva, da Embrapa Caprinos de Sobral (CE), e pelo assessor estadual de Caprinovinocultura da Emater Paraíba, Everaldo Cadena. O técnico e responsável pelo setor de transferência de tecnologia da Embrapa Caprinos, Vitor dos Santos, também participou das discussões sobre a parceria que será firmada com a Paraíba.

Para a pesquisadora Nívea Regina, a importância do procedimento de higienização da ordenha é fornecer ao mercado um produto de qualidade conforme a demanda do consumidor. “É importante que o produtor se conscientize de sua responsabilidade enquanto fornecedor de alimentos de qualidade para o mercado consumidor”, disse.

Sobre a parceria entre a Embrapa Caprinos de Sobral, do Ceará, e a Emater Paraíba, ela enfatizou que a escolha se deu em virtude da Paraíba ser o Estado de maior produção de leite de cabra do País, e especificamente o Cariri paraibano por seu dinamismo na atividade de caprinocultura.

De acordo com o assessor estadual Everaldo Cadena, o Estado tem uma produção de mais de 12 mil litros/dia, entregues ao Programa PAA (Fome Zero), do Governo federal. “Já atingimos um patamar de 20 mil litros/dia, porém devido a seca dos últimos anos, redução de cota (13 litros por produtor/dia), todos esses fatores contribuíram para a queda na produção, já que temos rebanho melhorado. Em função do teto financeiro, o produtor está de mãos atadas quanto à produção, dependendo tão somente do programa governamental” enfatizou Cadena.

O vice-prefeito de Monteiro, Ricardo Jorge de Menezes (Cajó Menezes), por sua vez, enalteceu a parceria que está sendo firmada entre a Emater Paraíba e a Embrapa, o que vai fortalecer ainda mais as ações da Emater no município.

“A Emater Paraíba, apesar do seu quadro reduzido de extensionistas, desenvolve um importante serviço em Monteiro por prestar à população, principalmente os agricultores familiares, informações que levam ao acesso a programas e políticas públicas”, afirmou. Segundo ele, Monteiro é o maior município paraibano em extensão territorial e tem no setor agropecuário seu grande potencial, destacando-se, aí, a caprinoovinocultura e a Emater colabora bastante em todas as ações ligadas ao setor. Apesar da seca que tem castigado o semiárido, a empresa tem realizado atividades importantes para minimizar seus efeitos, como construção de reservatórios hídricos, orientação ao agricultor quanto à reserva de forragem e suplementação alimentar dos rebanhos, fomento ao crédito rural, garantia safra entre outras ações.