Fale Conosco

30 de outubro de 2013

Emater e Embrapa discutem geração de energia com resíduos agrícolas



As técnicas Márcia Mitiko, Patrícia Barbosa e Letícia Cançado, da Embrapa Agroenergia, de Brasília, estão na Paraíba realizando levantamento para conhecer o panorama do Estado em termos de resíduos agrícolas para geração de energia. Elas se reuniram com extensionistas da Emater para analisar e discutir culturas trabalhadas pela empresa com potenciais para extração de energia.

O levantamento para a geração de energia ocorre em diversos Estados brasileiros e envolve o potencial de biomassa agrícola, agroindustrial e florestal de cada região. Na reunião, que aconteceu na coordenadoria de Operações da Emater, os extensionistas sugeriram a cana-de açúcar e o coco verde (casca de coco), como principais culturas com potenciais para a produção de energia.

A Paraíba produz atualmente cerca de 54 milhões de coco verde em uma área de aproximadamente 3 mil hectares, gerando em torno de 65 mil toneladas anuais de resíduos, que poderiam se transformar em “briquete”, uma lenha ecológica (bioenergética) que substitui com eficácia o gás, a energia elétrica, o carvão vegetal e mineral e a lenha, bem como outros combustíveis utilizados nos mais variados processos industriais.

Participaram do encontro, além da equipe da Embrapa, os assessores técnicos Emater, Henrique Paz de Oliveira, José Joacil dos Santos, Antônio Bacalhau,Lino Gonçalves e Pedro Paulo.