Fale Conosco

17 de dezembro de 2012

Emater discute criação de aves alternativas e convivência com estiagem



A criação de aves tem se constituído em uma opção de renda para os agricultores familiares e a Emater Paraíba, atenta a isso, está promovendo o Dia de Campo sobre “Avicultura Alternativa e Estratégias para Convivência com a Seca”. O evento acontece nesta terça-feira (18), na comunidade Guaritiba – Unidade de Produção Familiar de Alberto Santana (Betinho), no município de Queimadas. A iniciativa é do escritório regional de Campina Grande.

De acordo com o coordenador regional da Emater em Campina Grande, José Sales Alves Wanderley Júnior, a programação disponibiliza palestra sobre avicultura alternativa para agricultores familiares da região, seguida de demonstrações sobre as estruturas de criação de aves, cisternas de placas, silo trincheira, ovinocultura, bovinocultura, utilização de esterco na propriedade e distribuição de mudas de árvores e de palma forrageira resistente a cochonilha do carmim.

O evento pretende orientar os agricultores sobre a convivência com as estiagens prolongadas e também a geração de renda extra para agricultores familiares e garantia de alimentação saudável.

A criação de aves utilizando sistema alternativo já vem sendo executada em outras regiões do Estado e conta atualmente com 26 associações e mais de 900 agricultores familiares associados. Em São Sebastião de Lagoa de Roça existe uma Cooperativa da Avicultura Familiar que terá abatedouro com certificação apto para o abate de frangos.