João Pessoa
Feed de Notícias

Em Lagoa Seca: Marcha pela Vida das Mulheres e pela Agroecologia reúne 3 mil agricultoras

sexta-feira, 13 de março de 2015 - 16:44 - Fotos: 

Cerca de três mil agricultoras e lideranças rurais se reuniram, em Lagoa Seca, nessa quinta-feira (12), na 6ª edição da Marcha pela Vida das Mulheres e pela Agroecologia. A atividade teve o apoio da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento do Semiárido.

A Marcha é um momento de denunciar  desigualdades sociais e a violência contra mulher. É também a expressão da luta por direitos e por relações de gênero mais justas na agricultura familiar. Em todos os anos, o ato marca o encerramento de uma série de eventos municipais. Busca-se ainda valorizar e dar a visibilidade às estratégias de superação encontradas pelas mulheres e afirmar seu papel na construção do projeto agroecológico para a região.

“A marcha vem se reafirmando num espaço importante para se refletir as desigualdades presentes nas vida das mulheres, que sempre tiveram seu trabalho sempre desvalorizado. Então há uma rede de mulheres integrantes da marcha que debatem alternativas para se combater essas dificuldades que as mulheres sofrem tanto físicas quanto psicológicas”, afirmou Maria Leonia Soares Coordenadora do polo da Borborema e presidente dos Trabalhadores Rurais de Massaranduba.

Para o secretário de Estado da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento do Semiárido, Lenildo Morais, a marcha já faz parte do calendário de mobilização social da Paraíba, pois simboliza a luta cotidiana das mulheres.“Nós não só apoiamos a 6ª edição da Marcha pela Vida das Mulheres e pela Agroecologia, como fizemos questão de, junto ao governador Ricardo Coutinho, discutir uma pauta que tratou da geração de políticas públicas para as mulheres, como a criação de uma agroindústria a partir do banco de sementes da cidade de Lagoa Seca. A iniciativa visa aproveitar a produção de milho orgânico e nativo dos pequenos agricultores para a produção de cuscuz. Esse cenário mostra que o governador está atento às questões que envolvem a melhoria de vida de quem mora no campo”, afirmou Lenildo.