João Pessoa
Feed de Notícias

Em João Pessoa: Governo da Paraíba realiza Conferência de Saúde da Mulher

domingo, 23 de julho de 2017 - 17:56 - Fotos:  Ricardo Puppe/ Secom-PB

O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), em parceria com oConselho Estadual de Saúde, realiza a 1ª Conferência Estadual de Saúde da Mulher. A programação acontece na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural, em João Pessoa. O objetivo do encontro, realizado até este domingo (23), é discutir temas relevantes e elaborar propostas para a melhoria da saúde da mulher.

“As mulheres são a maioria da população brasileira e principais usuárias do Sistema Único de Saúde [SUS] Assim sendo, um evento como este é de extrema importância para que seja avaliado o atual cenário da saúde da mulher. É uma excelente oportunidade de construirmos propostas que sejam efetivas nas políticas públicas de saúde da mulher”, afirmou a secretária de Estado da Saúde, Cláudia Veras.

O presidente do Conselho Estadual de Saúde, Eduardo Cunha, comentou sobre a importância da conferência. “Não estamos aqui por acaso. Mesmo sendo homem, entendo que todos nós podemos somar. A saúde é um direito da mulher. Vamos caminhar juntos no sentido do diálogo e da inclusão”, disse ele.

Participam do evento, os delegados que foram eleitos nas Conferências Municipais e nas quatro Conferências Macrorregionais em maio e junho passados (João Pessoa, Campina Grande, Patos e Sousa). Ao todo, são 570 profissionais de todos os municípios do Estado – destes, 36 serão selecionados para a Conferência Nacional de Saúde da Mulher.

“A primeira Conferência Nacional de Saúde da Mulher aconteceu em 1986 e somente agora, 31 anos depois, vamos para a segunda. Nós, mulheres, falamos muito porque trabalhamos muito, cuidamos da vida, da casa, dos filhos. Temos tantas responsabilidades que estamos ficando doentes, a saúde é um bem primordial. A Conferência é importante porque precisamos ser ouvidas”, comentou a Conselheira Nacional de Saúde, Heliana Hematério.

Para a deputada estadual Estela Bezerra, é sempre importante que a democracia participativa seja exercida. “A Conferência acontece num momento delicado de desmonte de recursos públicos no que diz respeito à saúde e educação, numa conjuntura de congelamento de investimento em saúde. O debate surge como uma garantia da saúde como prioridade, para que ela seja, de fato, universal e integral”, disse.

A vereadora de João Pessoa, Sandra Marrocos, também presente na Conferência, disse que o momento é desafiador. “Este é o momento para ficarmos atentas à garantia de direitos das mulheres, especialmente quando se trata de saúde. É, sobretudo, um olhar, com cuidado e monitoramento, neste cenário de crise atual”, pontuou.

Conferência – Os profissionais vão trocar experiências através dos grupos de trabalhos, partilhando casos exitosos, problemas vividos no dia a dia e, com isso, lançar sugestões e possíveis soluções para a melhoria da saúde da mulher.

A Conferência adotou como tema central a “Saúde das Mulheres: Desafios para a Integralidade com Equidade”, a ser desenvolvido em um eixo principal e eixos temáticos. O eixo principal será a “Implementação da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Mulheres”. Já os eixos temáticos são: Agroecologia, sustentabilidade e desafios para a saúde das mulheres; Adoecimento das mulheres na contemporaneidade; Violências nos ciclos de vida das mulheres e garantia da execução da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PNAISM); Políticas públicas para as mulheres: conquistas, desafios, vulnerabilidade e papel do Estado.