Fale Conosco

7 de dezembro de 2016

Em Bayeux: Polícia Militar forma 60 jovens em projeto que incentiva a cultura de paz



DSC 1573 800x532 270x179 - Em Bayeux: Polícia Militar forma 60 jovens em projeto que incentiva a cultura de pazA Polícia Militar formou, nessa terça-feira (6), mais 60 alunos no Projeto Recomeçar, que tem o objetivo de atender adolescentes e jovens e orientá-los sobre a importância de construir uma cultura de paz. Desta vez, foram atendidos jovens da 1ª série do ensino médio do Centro de Atividades Corálio Soares de Oliveira, o SESI de Bayeux. No primeiro semestre, 128 adolescentes e jovens já tinham sido atendidos com o projeto no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

O trabalho é desenvolvido em quatro áreas temáticas: Relação Interpessoal, Resolução de Conflitos, Drogas e Violência e Projeto de DSC 1534 800x532 270x179 - Em Bayeux: Polícia Militar forma 60 jovens em projeto que incentiva a cultura de pazVida. Os temas são abordados em dez encontros, ocorridos uma vez por semana, onde são desenvolvidas atividades lúdicas com o apoio de recursos audiovisuais. Ao final, os alunos saem como multiplicadores da cultura de paz e da não violência que os encontros sugerem.

O coordenador de Combate e Resistência às Drogas e a Violência, major Marcos Barros, disse que a meta é dobrar o número de alunos atendidos no próximo ano. “O comandante geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, nos desafiou a ampliar o número de jovens beneficiados com esses encontros pedagógicos, então a meta para o próximo ano é de aumentar a quantidade de instrutores para que possamos dobrar o número de alunos atendidos por esse brilhante projeto idealizado pelo tenente Valcemir, que também é um dos instrutores”, destacou.

DSC 1535 800x532 270x179 - Em Bayeux: Polícia Militar forma 60 jovens em projeto que incentiva a cultura de pazDurante os encontros, os alunos são levados ao debate das temáticas, desenvolvimento de trabalho em equipe, participação em dinâmicas e análise e resolução de conflitos a partir da realidade vivenciada.

O projeto começou em 2015, atendendo em um primeiro momento os adolescentes que cumpriam medidas socioeducativas na Paraíba e teve uma excelente aceitação. Os jovens participaram de forma ativa das atividades e puderam refletir sobre a vida, no aspecto recomeçar, nome do projeto.