João Pessoa
Feed de Notícias

Eletrobrás destaca potencial da Paraíba no campo da energia eólica

quarta-feira, 9 de junho de 2010 - 18:05 - Fotos: 
A Paraíba encontra-se hoje no caminho certo para se projetar na área de energias alternativas”. A afirmação foi feita pelo diretor de Tecnologia da Eletrobrás, Ubirajara Meira, durante palestra ministrada aos membros do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES/PB), na manhã desta quarta-feira (9), no Salão Rosa do Palácio da Redenção, em João Pessoa. Na ocasião, ele anunciou a implantação de um Centro de Excelência em Energia Renovável, no município de Campina Grande, e uma representação na Capital.

Na palestra, os conselheiros que integram o Grupo Temático da Infraestrutura tiveram oportunidade de conhecer os tipos de energias renováveis existentes no Brasil e em outras partes do mundo. Também foram apresentados os custos desses investimentos, as técnicas para gerar a energia e o quanto se capta dela.

Ubirajara fez uma retrospectiva das energias eólicas e termossolar no Nordeste, mostrando os resultados do Atlas Solarimétrico do Brasil, onde se destaca a Paraíba por apresentar um dos níveis mais altos de insolação em boa parte de seu território.       

Atração de investidores – O diretor da Eletrobrás elogiou a iniciativa do governador José Maranhão de buscar recursos para o desenvolvimento do Estado. “José Maranhão teve a sensatez, a inteligência e a capacidade de perceber que o Estado precisava de um mapa eólico para se inserir no rol dos investimentos na área. Ele então solicitou a Eletrobrás desenvolvimento do projeto que dará condições aos grandes investidores nacionais e internacionais de proporem e implantar sítios eólicos no Estado.

Ubirajara revelou também que na área termossolar, “o governador pediu ao Ministério de Minas e Energia uma planta piloto para desenvolvimento tecnológico nessa área no Nordeste, que será instalada na Paraíba. Tudo isso faz com que o Estado se insira de forma plena nas energias renováveis no Brasil”, informou.

Estudos – Convênio assinado pela Eletrobrás foi firmado em fevereiro de 2010 com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), favorecendo assim o início dos estudos de viabilidade para implantação de novas usinas eólicas no Estado.

Na ocasião, o Governo do Estado recebeu diretores das 10 maiores empresas de energias renováveis do mundo. Esses dirigentes ouviram do governador o seu interesse e a disposição em dotar o Estado de condições para participar de projetos ligados a essa fonte de energia alternativa, através de todos os meios possíveis.

Atlas – Para desenvolver um Atlas Eólico foram investidos R$ 2,7 milhões e o prazo de entrega é de três anos. “A base de dados já começa a ser utilizada após um ano de elaboração do Atlas e já pode tecnicamente ser empregado pelas empresas interessadas na implantação de parques eólicos”, explicou Ubirajara.

O secretário de Estado do Planejamento e Gestão (Seplag), Osman Cartaxo, informou que o Governo do Estado deu o primeiro passo com a implantação do Atlas Eólico, com a finalidade de participar de leilões e captar empresas.

“A Paraíba será inserida no projeto de energias renováveis, passando a produzir energia limpa, além de ter uma aplicabilidade na economia. Já sabemos que no Planalto da Borborema e a Serra de Teixeira apresentam as maiores possibilidade de construção de um parque eólico”, explicou o secretário.

Gledjane Maciel, com fotos de Evandro Pereira, da Secom-PB