João Pessoa
Feed de Notícias

Egepen aplica provas do processo seletivo para os cursos de Especialização em Gestão e Inteligência Prisional

quarta-feira, 31 de julho de 2013 - 16:57 - Fotos: 

A Escola de Gestão Penitenciária da Paraíba (Egepen/PB) realizou, nesta terça-feira (30), as provas da primeira etapa do Processo Seletivo para os Cursos de Especialização em Gestão Penitenciária e Inteligência Prisional, destinados aos agentes de segurança penitenciária de carreira, funcionários administrativos da Secretaria da Administração Penitenciária (Seap), policiais civis, federais e rodoviários federais. A segunda etapa do processo seletivo acontece na próxima semana. Foram disponibilizadas 80 vagas, sendo 40 delas para cada curso de especialização.

O secretário Wallber Virgolino Ferreira explicou que essa é uma iniciativa pioneira da Secretaria da Administração Penitenciária, no intuito de qualificar com eficácia os servidores da Seap, como também, os classificados nas vagas destinadas a outras secretarias ou servidores de segurança pública de outras classes. “A implementação desses cursos, foi feita depois de realizarmos um estudo minucioso a respeito da demanda dos agentes penitenciários. Por essa razão, disponibilizamos nesse primeiro momento esses dois cursos de especialização em Gestão e Inteligência Prisional. Vale ressaltar que o curso de Inteligência é pioneiro em todo o Brasil, mas lembramos que isso é apenas o começo de um processo de qualificação dos servidores da Seap que deve ser permanente”, ressaltou.

O diretor da Escola Penitenciária da Paraíba, Mazukyevicz Silva, disse que a procura para fazer as inscrições no processo seletivo superou as expectativas. “Foram 150 inscritos para a realização das provas, que lotaram as quatro salas de aula da Egepen. Gostaria de aproveitar a oportunidade e lembrar que semana que vem será realizada a segunda etapa do processo seletivo, com a realização das entrevistas para os candidatos classificados nessa primeira etapa”, afirmou.

O representante da Faculdade de Comunicação e Turismo de Olinda, Airton Vasconcelos, agradeceu o prestígio dado à instituição pernambucana, enfatizando que os cursos de Especialização oferecidos para a Seap são inéditos no Sistema Prisional Paraibano. “Para minha surpresa, o secretário Wallber apoiou de imediato a ideia e fez um negócio que vai atender aos agentes penitenciários. O curso de Gestão Prisional já existe em Pernambuco, mas o curso de Inteligencia Prisional é o primeiro do Brasil voltado para o Sistema Penitenciário”, enfatizou.

Essa é uma postura positiva da Seap, pois reflete a valorização e o reconhecimento dos servidores, e para aqueles que almejam uma ascensão profissional, por meio da meritocracia, é uma excelente oportunidade”, disse o agente penitenciário Helton Melo, que já tem o curso de graduação em Biologia.