Fale Conosco

18 de maio de 2009

Educação vai atualizar pagamento de salário dos professores contratados



Todos os professores da rede estadual de ensino que trabalham no sistema de contrato de prestação de serviços terão seus salários atualizados nos próximos dias. Foi o que anunciou nesta segunda-feira (18) o secretário da Educação e Cultura, Sales Gaudêncio, durante a abertura do treinamento que está se realizando simultaneamente em João Pessoa e demais núcleos educacionais nas cidades de Sousa, Sapé, Alagoa Grande e Patos. Na Capital, o evento continua por toda a semana na Escola de Serviço Público. São mais de duas mil pessoas que estão sendo capacitadas.

O resultado deste treinamento, que se destina aos professores do Programa Brasil Alfabetizado e o de Correção de Fluxo, será utilizado em alunos que têm dificuldades de aprendizagem. Os recursos são de convênios ainda remanescentes do ano de 2007, que não foram investidos na sua finalidade. Sem a realização deste curso, a Paraíba poderia ter que devolver recursos destinados a esses programas para o Ministério da Educação. “Podemos constatar a alegria dos professores porque garantimos a normalidade do programa, inclusive com o pagamento dos salários atrasados”, garantiu Sales Gaudêncio.

Para os professores que trabalham com os alunos que têm dificuldades na sala de aula, mudando de idade sem avançar na aprendizagem, que na Paraíba chega a 30 mil, o secretário disse que isso acontece porque existe deficiência nas escolas. “Além dessa capacitação que está acontecendo, são distribuídos livros didáticos e haverá professores especiais para atender a esses alunos”, comentou.

“Este é um momento importante porque estamos reparando o que deixou de ser feito ainda com recursos do ano de 2007”, afirmou o secretário, destacando a receptividade dos professores para com estes dois programas, tendo em vista a sua abrangência na formação educacional dos alunos.

Buscando parcerias – O secretário disse que o governador José Maranhão está buscando parcerias com a sociedade, visando uma maior integração em favor da educação para recuperar o tempo perdido porque o analfabetismo na Paraíba continua com índices alarmantes. “Nosso olhar é para o futuro. A recomendação do governador José Maranhão é a recuperação do que deixou de ser feito”, comentou.

José Nunes, com fotos de Antônio David/Secom