João Pessoa
Feed de Notícias

Edson Ramalho inaugura novo centro cirúrgico de oftalmologia

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011 - 21:13 - Fotos:  Vanivaldo Ferreira/Secom-PB

O Hospital da Polícia Militar General Edson Ramalho, que integra a rede hospitalar do Estado, pretende realizar cerca de 150 cirurgias de catarata por mês a partir da próxima semana. Isso será possível graças à inauguração do novo Centro Cirúrgico de Oftalmologia. O serviço foi entregue nesta quarta-feira (28), em solenidade que contou com as presenças dos diretores geral e administrativo do hospital, Thaelmam Dias de Queiroz e major Luciano Alves Pontes, respectivamente; do comandante geral da Polícia Militar, coronel Euller de Assis Chaves, e demais autoridades civis e militares. Além dos novos equipamentos, o centro passou por reformas nas instalações físicas para atender às exigências da Vigilância Sanitária.

O major Pontes explicou que entre os novos equipamentos adquiridos para o Centro Cirúrgico de Oftalmologia está o facoemulsificador, que custou cerca de R$ 102 mil e vai proporcionar cirurgias mais simples e de pequeno risco. Além do bloco cirúrgico, também foi entregue a Unidade de Cuidados Intermediários (UCI), que é uma extensão da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal; o setor de estar médico, para repouso dos profissionais; o serviço de som do hospital; a Capelania Hospitalar; a praça de lazer Coronel Adelmar Vinagre Régis; e a câmara frigorífica da copa, além de reformas de outros setores, como a recuperação do centro cirúrgico de urgência. Os investimentos somam mais de R$ 200 mil.

De acordo com o diretor administrativo do Edson Ramalho, para que o paciente tenha direito à consulta e, se for o caso, a cirurgia for de catarata, ele precisa apenas passar pela Unidade do Programa de Saúde da Família (PSF) do seu bairro, que o encaminhará ao Hospital. “Aqui ele passará pela avaliação do oftalmologista, que vai decidir sobre a necessidade ou não da cirurgia. Caso seja necessário, o procedimento será marcado automaticamente, no próprio hospital”, explicou o major.

Atendimentos – Ainda de acordo com major Pontes, de janeiro a novembro deste ano, o hospital atendeu 529.730 pessoas, em todos os serviços, registrando atendimento diário de 700 pessoas – deste total, 300 são na maternidade. Ainda segundo o diretor administrativo, neste período foram realizadas 4.145 cirurgias de urgência; 7.242 consultas com otorrino; 147 consultas na clínica obstétrica; 50.710 na clínica cirúrgica de urgência; e 7.685 nas especialidades.

No setor de Planejamento Familiar foram atendidas 1.027 pessoas, e no laboratório de análises clínicas foram realizados 221.598 exames. Também foram realizados 242 exames de colonoscopia, 190 colposcopia, 1.789 ecocardiogramas, 2.314 eletro-encefalogramas, 827 endoscopias, 12.263 ultrassonografias, 1.308 internações e entregues 233 próteses auditivas. Com relação ao atendimento exclusivo para as mulheres, o hospital realizou 86 cirurgias de laqueadura, 1.428 partos cesarianos e 1.696 normais.