Fale Conosco

6 de agosto de 2012

Duas mulheres são presas tentando entrar com drogas na Colônia Penal do Sertão



Uma ação conjunta entre agentes penitenciários e policiais do Grupo Tático Especial de Sousa, realizada neste domingo (5), resultou na prisão de duas mulheres que tentavam entrar com drogas na Colônia Agrícola do Sertão.

Agentes penitenciários flagraram a esposa de um detento identificada como Maria do Desterro Leite da Silva com trinta gramas de maconha, um cartão de memória e um chip de uma operadora de telefonia móvel no interior da vagina. Ela foi conduzida até a delegacia de Sousa e em seguida, encaminhada ao Hospital Regional da cidade para retirada de mais 50 gramas de maconha e 10 gramas de crack.

Durante a ação, também foi presa Wigna Dibegna Soares Ferreira. Foram efetuadas diligências e a polícia encontrou enterrada no quintal da casa dela uma sacola plástica com aproximadamente 400 gramas de maconha.

As acusadas foram autuadas em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e encaminhadas ao presídio de Cajazeiras, onde permanecerão à disposição da Justiça. De acordo com a delegada Patrícia Fernandes Forny, as investigações devem continuar e outras pessoas podem ser presas pela mesma prática criminosa.

Foragido do RN – Na tarde de sexta-feira (3), policiais do Grupo Tático Especial da Polícia Civil de Sousa em conjunto com o Serviço de Inteligência da cidade de São João do Rio do Peixe conseguiram prender o foragido da Justiça do Rio Grande do Norte, João Ciro Celino Silva Bezerra, 29 anos. Contra ele, havia dois mandados de prisão expedidos pela Justiça da cidade de Apodí – RN, ambos por crimes de roubo.

Segundo a polícia, João Ciro Celino Silva Bezerra responde, ainda, a quatro processos na cidade de Mossoró, além de ser suspeito de ter roubado uma empresa de consultoria na cidade de Cajazeiras.      O acusado também responde a processo nas comarcas de Uiraúna, São João do Rio do Peixe e Patos. Ele foi encaminhado ao presídio de Cajazeiras, onde ficará a disposição da Justiça.

Ainda na sexta-feira (3), o Grupo Tático Especial de Sousa cumpriu um mandado de prisão em desfavor de Francisco Alves, em Sousa. O acusado, conhecido popularmente como “Das dez”, de 33 anos, possui uma condenação por furto. Ele também é investigado sobre a participação em um homicídio no ano de 1997.