João Pessoa
Feed de Notícias

Documentário registra trabalho de rendeiras paraibanas que inspirou coleção no SPFW

quinta-feira, 19 de novembro de 2015 - 09:46 - Fotos:  Ze Takahashi

A renda renascença produzida na Paraíba atraiu a atenção da estilista paulista Fernanda Yamamoto e, após ganhar as passarelas do São Paulo Fashion Week (SPFW), durante a coleção inverno 2016 em outubro passado, virou tema de documentário que será exibido, nesta sexta-feira (20), no 7º Cinecongo – Film Festival Congo, no Cariri paraibano.

Para produzir a coleção, a estilista realizou visitas frequentes aos municípios – juntamente com sua equipe de profissionais nas cidades de Camalaú, Monteiro, São Sebastião do Umbuzeiro, Zabelê e São João do Tigre. Os municípios acabaram sendo registrados e catalogados juntos às rendeiras que viraram personagens.

De acordo com a estilista Fernanda Yamamoto, o trabalho de campo teve que ser registrado devido a riqueza cultural encontrada em solo paraibano. “Colhemos muitos depoimentos de mães e filhas envolvidas na tradição da renda renascença que é tão difícil de ser feita, acompanhamos passo a passo da produção até chegar em São Paulo e esse rico material tornou-se um documentário belíssimo que precisa ser mostrado a elas, pois essas mulheres merecem se ver e saber de sua importância cultural e econômica para a Paraíba e o país”, enfatizou Fernanda.

A estilista, que chega na tarde desta quinta-feira (19) ao município do Congo, revelou ainda estar orgulhosa do resultado da parceria. “Depois do desfile, muita gente veio me procurar, os vestidos foram usados por pessoas famosas como a cantora Zélia Duncan durante um show e, além das peças prontas usadas no desfile, os presentes no Festival poderão conferir um trechinho do comentário que só estará finalizado em 2016”, acrescentou. A produção do documentário é de Richner Allan e André Feicin. 

O Festival tem início logo mais, mas as obras referentes ao artesanato da Paraíba só poderão ser vistas gratuitamente pelo público a partir desta sexta-feira (20). A própria estilista Fernanda Yamamoto fará a abertura da exposição da coleção apresentada no SPFW, com peças exclusivas, no Centro de Convivência do Idoso, a partir das 9h.

À noite, a partir das 19h, após a apresentação cultural e homenagem a Zezita Matos (atriz), vai ser apresentado o vídeo do desfile da estilista durante o maior evento de moda em São Paulo que evidenciou a renda renascença do Cariri paraibano e trechos do documentário. Em seguida, terá início a mostra oficial de filmes de cineastas da Paraíba, Pernambuco, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro.

Para o diretor do Cinecongo, José Dhiones Nunes, a participação das rendeiras inova o Festival. “Pela primeira vez, iremos exibir um documentário que valoriza o trabalho das artesãs. Além disso, como personagens, elas vão poder se ver. Fernanda vem pessoalmente com sua equipe para apresentar os modelos da coleção que ficarão disponíveis para o público, bem como, ainda haverá uma feirinha de artesanato onde os visitantes poderão levar para casa um pouco dessa arte produzida no Cariri”, disse.

“O trabalho foi fruto de uma busca por mãos habilidosas nas associações e cooperativas que envolveram o trabalho de 40 artesãs que desenvolveram as peças para a coleção da grife. Não sabíamos que o sucesso ia repercutir tanto a ponto de virarmos um documentário. O trabalho dessas mulheres merece ser repassado de geração em geração, bem como, servir para fortalecer e perpetuar nossa cultura”, avaliou a gestora do Programa de Artesanato, Lu Maia.

7º Cinecongo – O Festival Audiovisual da Paraíba exibe um amplo painel de produções cinematográficas produzidas no Brasil e no Mundo. O objetivo é incentivar e difundir o cinema promovendo o encontro do público com estas produções, estimulando novas ideias, intercâmbios e gerando reflexão. A programação prevê também a realização de oficinas, seminários, exibição de filmes, homenagens, debates, mostra de filmes em escolas, bairros e outros, shows e apresentações culturais. O Festival será realizado no período de 19 a 22 de novembro de 2015, no Auditório Municipal, Cineclube Torquato Joel e praça pública no Centro da cidade de Congo, Paraíba. Mais informações: www.cinecongo.com