João Pessoa
Feed de Notícias

Documentário que debate globalização abre ciclo do cinema francês no Tintin Cineclube

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 - 13:01 - Fotos: 
A partir desta quarta-feira (2), as sessões do projeto Tintin Cineclube passarão a acontecer no Espaço Cine Digital, na Fundação Espaço Cultural (Funesc), ao lado do Cine Bangüe. As sessões ocorrem a partir das 19h30 e o acesso é gratuito. Nesta quarta, entra em cartaz o filme “Mondialisation, Violence ou Dialogue?”

O projeto Tintin Cineclube é fruto de uma parceria entre a Aliança Francesa e a Funesc. A organização do projeto destaca que a parceria tem sido bem sucedida e agora inicia uma nova fase.

A sessão desta quarta-feira dá início a outro ciclo temático do cinema francês, tendo como foco nesse semestre uma coleção de documentários sobre as grandes problemáticas do mundo contemporâneo.

Tendo os processos da globalização como principal mote, cada filme deste ciclo aponta para uma temática específica como economia, sociedade, desenvolvimento, saúde e meio-ambiente. Para abrir essa discussão, o filme selecionado é “Globalização, violência ou diálogo?”, do diretor Patrice Barrat, que traça um panorama e constrói uma visão crítica dos processos de globalização em desenvolvimento na última década.

A realização do projeto é da Associação Brasileira de Documentaristas (ABD-PB), Ponto de Cultura Urbe Audiovisual e Clube de Cinema Fora do Eixo, com apoio da Fundação Espaço Cultural (Funesc), Ministério da Cultura, Cine Mais Cultura, Conselho Nacional de Cineclubes (CNC).

Sinopse – “Globalização, Violência ou Dialogo?” (“Mondialisation, Violence ou Dialogue?” – de Patrice Barrat, doc, 52’, 2002, FRA) – Após os violentos eventos de Seattle e Gênova, por ocasião das cúpulas do G8, vêm o 11 de Setembro e suas repercussões mundiais. A ideologia do Bem contra o Mal, a de uma guerra entre diferentes culturas e o confronto entre religiões também se enquadram no âmbito da globalização.

Uma reflexão sobre o início do novo século se revela indispensável, pois embora, por enquanto, as oposições entre partidários e contestadores da globalização sejam apenas verbais, não deixa de ser verdade que as visões antagonistas entre “a sociedade civil” e “os poderes instituídos” são tão generalizadas que o mundo pode vir a cair na armadilha de forças que o paralisarão.

Serviço

Tintin Cineclube, com o filme “Globalização, violência ou diálogo?”
Horário – Quarta-feira, 2 de fevereiro, às 19h30.
Local – Espaço Cine Digital da Funesc, no Espaço Cultural, Rua Abdias Gomes de Almeida, nº. 800 – Tambauzinho
Sessão gratuita