João Pessoa
Feed de Notícias

Disque Estadual 123 registra mais de 30 denúncias em duas semanas

sexta-feira, 7 de março de 2014 - 10:10 - Fotos:  Secom-PB

O Disque Estadual 123, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh), completa nesta sexta-feira (7) duas semanas de funcionamento. Até a quarta-feira (5) foram registradas 34 denúncias, que totalizaram 51 tipos de violação de direitos.

Do total de registros, a violência contra criança e adolescente soma o maior número de denúncias com 19 casos; em segundo lugar aparecem 10 ocorrências contra a pessoa idosa e com menos registros estão as denúncias contra a pessoa com deficiência, com cinco casos.

As denúncias realizadas são das seguintes cidades: João Pessoa (9), Campina Grande (6), Patos (2), Natuba (2), Mulungu (2), Dona Inês (2), Pocinhos (1), Monteiro (1), Cubati (1), Conceição (1), Piancó (1), Alhandra (1), Queimadas (1), Bayeux (1), Aroeiras (1), Lagoa Seca (1) e Paulista (1).

Em uma só ligação, a equipe chega a identificar mais de um caso de violação de direitos. Entre os tipos mais comuns estão a violência psicológica com 13 casos e a negligência, que também teve 13 registros.

A violência física somou nove ocorrências, seguida da violência sexual que teve sete registros. Foram registrados ainda três ameaças de morte, dois casos de exploração sexual, dois de exploração econômica, um de privação de liberdade e um de omissão.

Serviço gratuito e sigiloso – A Paraíba é o primeiro Estado a contar com um serviço próprio para agilizar a apuração das denúncias e fazer os encaminhamentos necessários para atender as vítimas.

O serviço é totalmente gratuito, sigiloso e conta com uma equipe multiprofissional para atender os casos. Funciona nos três turnos, inclusive nos finais de semana e feriados, sem intervalo para almoço, das 7h à meia-noite.

Além de registrar as denúncias, o Disque 123 presta informação sobre violação de direitos, tira dúvidas, monitora e encaminha os casos para os setores responsáveis.

O Disque Estadual foi lançado dia 21 de fevereiro pelo governador Ricardo Coutinho, durante solenidade que contou com a participação da secretária da Sedh, Aparecida Ramos, e de representantes de toda a Rede de Proteção e Garantia dos Direitos de Crianças e Adolescentes.