Fale Conosco

18 de junho de 2014

Disque Estadual 123 é divulgado em Campanha de Enfrentamento à Exploração Sexual Infantil



A Campanha “Torça Contra a exploração sexual de crianças, adolescentes e jovens”, da Casa Pequeno Davi divulga o Disque Estadual 123, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh), como uma das principais formas para realizar as denúncias.

O lançamento aconteceu na manhã desta quarta-feira (18) durante café da manhã, no Restaurante Mangai, com a presença da imprensa, organizações não governamentais, conselheiros tutelares, secretários, autoridades e todo o Sistema de Garantia de Direitos.

A secretária do Desenvolvimento Humano, Aparecida Ramos de Meneses, parabenizou a iniciativa da Campanha e destacou algumas ações do Governo do Estado no enfrentamento à violência sexual infantil.

O Disque Estadual 123 é um serviço importante porque funciona na Paraíba. Somos o único Estado a ter o seu próprio Disque Denúncias, com o único objetivo de agilizar as denúncias, porque a impunidade dá a certeza da continuidade. E é isso que estamos querendo fazer, evitar a impunidade”, frisou.

O Disque Estadual 123 funciona das 7h às 22h, todos os dias, incluindo finais de semana e feriados. O serviço recebe as denúncias de forma sigilosa sobre violações de direitos sofridas por crianças, adolescentes, pessoas com deficiência e idosos. Até o momento, o canal já recebeu 231 denúncias.

Enfrentamento – A secretária Aparecida Ramos também citou outras inciativas do Governo do Estado no enfrentamento à violência sexual infantil como premiar os municípios que ganharam o Selo Unicef com carros para os Conselhos Tutelares; Pactuar no Pacto Social ações solidárias de enfrentamento ao abuso e exploração sexual; implantar o Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de morte (PPCAM) e ampliar os Centros de Referências Especializados da Assistência Social (Creas Pólos Regionais) de 20 para 27.

Ela ressaltou ainda as formações realizadas para taxistas, conselheiros tutelares, profissionais da assistência social, trade turístico e polícia alertando para a questão de crianças e adolescentes.

Campanha – A Campanha “Torça Contra” a exploração sexual de crianças, adolescentes e jovens é da Casa Pequeno Davi, em parceria com a Concern Universal, o Centro da Mulher 8 de março e o Ministério Público do Trabalho com o patrocínio da Petrobras.

O procurador-chefe do Ministério do Trabalho na Paraíba, Eduardo Varandas, ressaltou que a campanha “conseguiu reproduzir a necessidade de conscientizar a população ainda que durante a diversão, durante evento festivo como a Copa do Mundo, onde toda mentalidade está voltada para o futebol e esquecida da criança que chora, do adolescente faminto nas ruas, esquecida da nossa responsabilidade social enquanto seres humanos, enquanto Estado, enquanto ONGs, enquanto nação”, destacou. Ele frisou ainda que existe muito discurso e que já era para a exploração sexual ter sido extinta no Brasil, mas é uma realidade humana.

A partir desta quarta-feira, começa a ser exibido na televisão o VT da campanha, além da distribuição de cartazes, outdoors, banners, folders pelos principais espaços de circulação de pessoas na capital.

A campanha faz parte do projeto “Exploração sexual de adolescentes e jovens: faça um gol contra”, que quer mobilizar a sociedade para o combate à exploração sexual de crianças e adolescentes, com estratégias de ações integradas de proteção e garantias de direito.

A campanha “Torça Contra” já é a segunda grande ação do projeto, que tem abrangência em toda a Região Metropolitana de João Pessoa. A primeira ação ocorreu no último mês de maio, quando foi realizado um seminário que capacitou operadores do Sistema de Garantia de Direitos dos 8 municípios da região polarizada pela capital.

No projeto ainda estão previstas ações nas escolas dessas cidades, para capacitar alunos, professores e famílias sobre a temática, além da construção conjunta com a comunidade e gestores locais de políticas públicas de enfrentamento à exploração sexual.