Fale Conosco

2 de fevereiro de 2013

Disp de Manaíra e UPS do São José comemoram 1º ano de atividades



Redução de crimes por meio da parceria entre as polícias e a comunidade. Essa realidade é confirmada pelos números da Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social (Seds) e vivenciada pelos moradores dos bairros beneficiados pelo 1º Distrito Integrado de Segurança Pública (Disp) e a Unidade de Polícia Solidária (UPS). Os dois equipamentos foram instalados pelo Governo do Estado, há exatamente um ano, nos bairros de Manaíra e São José, em João Pessoa.

Dados do Núcleo de Análise Criminal e Estatística (Nace) da Seds apontam uma queda de 59,6% no número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) – homicídios e outros crimes dolosos que resultem em morte – nos bairros cobertos pelo 1º Disp: São José, Manaíra, Bessa, Aeroclube e Jardim Oceania. Enquanto que, de fevereiro de 2011 a janeiro de 2012 foram registrados 52 crimes desse tipo nessas áreas, de fevereiro do ano passado até janeiro de 2013 foram 21.

Para o titular da 12ª Delegacia Distrital, Francisco Deusdedit, que funciona no Disp I, “os bons resultados são reflexo direto da parceria exitosa entre as polícias Civil e Militar. Os moradores de bairros como São José, Manaíra e Bessa percebem claramente a redução da violência”.

O coordenador de Integração Comunitária e Direitos Humanos, major Lúcio Domingos, destaca que o Distrito é a base inicial para a implantação da filosofia de policiamento comunitário em todo o Estado. “Já formamos, em dois anos de Governo, cerca de 1.700 policiais com essa filosofia. Contudo, precisamos ressaltar que ainda é preciso uma aproximação maior entre a população e a polícia para que o trabalho tenha resultados ainda melhores”, afirma.

O bairro de São José, que sedia a UPS, se destacou atingindo a redução de 59,4% nos crimes contra a vida contabilizados no mesmo período. Antes foram 37 e depois da instalação da unidade e do trabalho diferenciado executado pelas polícias chegou-se a 15 CVLI contabilizados no bairro. “No bairro São José foi instalada a 4ª Unidade de Polícia Solidária (UPS) com a presença 24 horas de policiais militares. A UPS, que faz parte da estrutura do Distrito, é colocada nos locais em que se registram altos índices de criminalidade, dentro da política de governo de reduzir os casos de CVLI e de crimes contra o patrimônio”, frisou o secretário de Estado da Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima.

“Com a instalação do Distrito e a presença constante de policiais nas ruas, os moradores de Manaíra se sentem cada vez mais seguros. Está se desenvolvendo uma relação de confiança entre a população e a polícia e a sensação de insegurança diminui a cada dia. Os casos de roubo a pessoa, furtos a igrejas que eram frequentes quase não acontecem”, comemora o presidente do Conselho de Segurança do bairro, Severino Oliveira.

O comandante da UPS, Márcio Alcântara, explica que “paralelamente a repressão e prevenção dos crimes, desenvolvemos no bairro São José o trabalho social Caminho Certo que, entre outras coisas, incentiva a prática esportiva e a leitura entre crianças e adolescentes de 9 a 14 anos, com a criação de uma biblioteca no local”.

Em pouco mais de dois anos de gestão, o Governo do Estado implantou 10 Unidades de Polícia Solidária, sendo nove em João Pessoa – Alto do Mateus, Mandacaru, comunidade Bola na Rede, São José, Bela Vista, Jardim Planalto, Róger, Jaguaribe, Geisel – e uma em Campina Grande, no bairro do Mutirão.

Redução de crimes contra o patrimônio – Ocorrências de roubos, furtos e outros crimes contra o patrimônio também foram verificadas pelo Nace nas áreas cobertas pelo 1º Disp e pela UPS do São José. Nos cinco bairros, as ocorrências foram de 454 no 2º semestre de 2011 para 200 nos seis últimos meses de 2012: uma queda de 56%. Nos bairros de Manaíra e Jardim Oceania a queda foi de 63% e 58%, respectivamente.