Fale Conosco

24 de fevereiro de 2015

Diretora da Agevisa representa Governo no Consea e ressalta construção coletiva de política alimentar



“O aprofundamento da reflexão coletiva sobre as distintas problemáticas de insegurança alimentar e nutricional que se expressam nas várias regiões paraibanas, e a consequente criação e efetivação de Políticas Públicas visando à maior proteção da saúde dos paraibanos é um desafio e uma prioridade do Governo do Estado”, afirmou a diretora-geral da Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa/PB), engenheira de Alimentos Glaciane Mendes.

Glaciane foi eleita 1ª secretária-geral do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional do Estado da Paraíba (Consea/PB) na chapa encabeçada pelo sindicalista Arimateia França, reconduzido à presidência da Mesa Diretora do Consea/PB em Assembleia Geral Ordinária da entidade realizada em João Pessoa/PB no dia 19 de fevereiro (quinta-feira). Composta por Arimateia, Glaciane Mendes, Márcia Dornelles (do programa “Territórios da Cidadania”, do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome), como vice-presidente, e Luciano Bezerra como segundo-secretário, a Mesa Diretora tem mandato de dois anos.

Ressaltando o orgulho em fazer parte do Consea/PB, em face de sua trajetória de vida ser construída preponderantemente nas lutas sociais, Glaciane Mendes disse que o processo participativo de discussão, construção, implantação e monitoramento das Políticas Públicas de Segurança Alimentar e Nutricional é imprescindível para toda e qualquer sociedade.

 

Ela observou que as situações graves de insegurança alimentar e nutricional se constituem numa das preocupações mais importantes do Governo da Paraíba, e acrescentou que o Consea/PB é um espaço que concentra suas ações com base no diálogo entre sociedade civil e Estado. “A construção deste conselho é permanente, e suas reflexões e ações são realizadas a partir das distintas problemáticas regionais e das experiências acumuladas pelas organizações da sociedade civil e pelos governos municipais e estadual na promoção da segurança alimentar e nutricional”, observou.

“O desencadeamento do processo de construção e efetivação do Sistema de Segurança Alimentar e Nutricional da Paraíba junto às organizações e movimentos sociais e aos poderes públicos municipais e estaduais é um desafio da maior importância, e a Agevisa/PB não poderia ficar ausente, pois sabemos que a inclusão social que permite o acesso à alimentação saudável e de qualidade é a base mais sólida de sustentação para a redução de riscos”, enfatizou.

 

Conferências regionais – Segundo ressaltou o presidente do Consea/PB, Arimateia França, a sua reeleição ocorreu num momento importante em que estão sendo preparadas conferências regionais de segurança alimentar para ouvir a sociedade paraibana e apontar novas demandas e soluções para a problemática do combate à fome e à miséria. Ele informou que o Consea/PB vai realizar, até o mês de agosto de 2015, mais de dez encontros regionais e temáticos para rediscutir a política pública de combate à fome e à miséria na Paraíba.

 

“Outro ponto que queremos discutir é a mudança da lei que regula o Consea, porque entendemos que nossos regimentos estão ultrapassados e precisam de uma atualização”, comentou Arimateia. O objetivo, segundo acrescentou, é ampliar as instâncias diretivas do conselho, agregando coordenadores de comissões permanentes e membros dos conselhos municipais, em observância a uma tendência que já ocorre no Consea em nível nacional.