Fale Conosco

14 de julho de 2017

Diretora da Agevisa diz que intersetorialidade da Caravana do Coração reforça ações de saúde



“No momento em que se busca estratégias eficientes para ampliar a atenção, promoção e proteção da saúde das pessoas em todas as esferas administrativas do País, o Governo da Paraíba, por meio da ‘Caravana do Coração’, dá um exemplo importante de como se utilizar o instrumento da intersetorialidade como mecanismo de ampliação e melhoria do atendimento à saúde da população, notadamente das camadas menos favorecidas da sociedade”. A opinião é da diretora-geral da Agência Estadual de Vigilância Sanitária, fonoaudióloga Maria Eunice Kehrle dos Guimarães.

Explicando a intersetorialidade como a união de vários setores e especialidades da estrutura técnica e funcional do setor público na execução de projetos em benefício da sociedade, Maria Eunice observou que o grande sucesso da Caravana do Coração deve-se à dedicação das pessoas envolvidas e também ao grande leque de especialidades postas à serviço dos paraibanos em todas as Regiões de Saúde do Estado.

No programa “Momento Agevisa”, que vai ao ar todas as quintas-feiras pela manhã, dentro da programação do Jornal Estadual da Rádio Tabajara, Maria Eunice observou que por meio da Caravana do Coração, desenvolvida através da Secretaria de Estado da Saúde (SES/PB) e da Rede de Cardiologia Pediátrica da Paraíba (RCP), em parceria com a ONG Círculo do Coração, de Pernambuco, o Governo do Estado oferece atendimento nas áreas de Cardiologia, Pediatria, Obstetrícia, Nutrição, Fonoaudiologia, Fisioterapia, Enfermagem, Psicologia e Assistência Social.

O público alvo é composto, especialmente, de crianças cardiopatas ou com microcefalia, e também de mulheres com gravidez de alto risco usuárias do Sistema Único de Saúde (SUS). Além dos atendimentos especializados, são oferecidos serviços de ecocardiografia e ultrassonografia, exames de sangue e de urina, teste de HIV, de Sífilis; e os pacientes são identificados por prontuários eletrônicos que favorecem o acompanhamento dos mesmos por parte dos profissionais de Saúde que prestam serviços ao Estado.

Em sua 5ª edição, a Caravana do Coração 2017 percorreu, entre os dias 26 de junho e 08 de julho, uma média de dois mil quilômetros, passando pelas cidades de Cajazeiras, Sousa, Catolé do Rocha, Pombal, Patos, Itaporanga, Princesa Isabel, Monteiro, Esperança, Picuí, Guarabira, Itabaiana e Mamanguape. Neste período, foram atendidas 2.090 pessoas de 183 municípios paraibanos, sendo 1.509 crianças e 581 gestantes, conforme dados da Secretaria de Estado da Saúde.

“No dia do encerramento da 5ª edição da Caravana (sábado, dia 08 de julho), tive o prazer de constatar pessoalmente o alto grau de dedicação dos profissionais voluntários que ali atuavam. E fiquei ainda mais satisfeita ao constatar o grande número de especialidades postas à disposição das pessoas”, comentou a diretora da Agevisa, que, em Mamanguape, foi recepcionada pela coordenadora-geral da Caravana do Coração, cardiologista pediátrica Sandra Mattos.

Para Maria Eunice, ações como a Caravana do Coração são muito importantes, e se constituem em reforços que ampliam a oferta de atendimento qualificado às muitas pessoas que normalmente encontram dificuldades de acesso aos serviços especializados, tendo em vista os problemas financeiros enfrentados pelo setor público de Saúde em todos os níveis.