Fale Conosco

27 de maio de 2009

Diálogo prevalece e delegados decidem não paralisar as atividades



Os 105 delegados de Polícia Civil presentes à assembléia da categoria em Campina Grande, na noite da terça-feira (26), decidiram por unanimidade não retomar a greve suspensa em fevereiro com a posse do governador José Maranhão.

“A presença de Gustavo Gominho teve influência direta na decisão que tomamos”. Foi o que informou o vice-presidente da Associação em Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia Civil da Paraíba (Adepdel), delegado Steferson Nogueira, ao avaliar a participação do titular da Secretaria da Segurança e da Defesa Social na assembléia geral, realizada no auditório do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), em Campina Grande.

A categoria também decidiu aguardar até o mês de setembro uma contraproposta do Governo do Estado. Até lá, serão realizadas protestos e paralisações pacíficas.

Segundo Steferson Nogueira, além de Gustavo Gominho, outra presença importante nas assembléias da categoria tem sido a do Delegado Geral de Polícia Civil, Canrobert Rodrigues. “Na gestão anterior, não havia esse contato. Agora sim, há um canal aberto de negociação e a sensação de plena confiança em relação ao secretário. Tanto é que até então tratamos diretamente com ele e não com o governador”, afirmou o delegado.  Foi a primeira vez em que um secretário da Segurança esteve presente em uma assembléia realizada por policiais.

Assessoria da Segurança e Defesa Social