Fale Conosco

4 de julho de 2016

Dia Nacional do Bombeiro Militar é comemorado em solenidade nesta terça-feira



Dentro das comemorações do Dia Nacional do Bombeiro Militar, 2 de julho, o Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba (CBMPB) realiza solenidade nesta terça-feira (5), no Quartel do Comando Geral, no bairro de Marés, na Capital, às 9h30. Representantes de todas as unidades da Grande João Pessoa estarão presentes, com tropas formadas de combate a incêndio, atendimento pré-hospitalar e busca e salvamento.

Os novos alunos que ingressaram no Curso de Formação de Oficiais BM 2016 também participarão da solenidade e receberão o Espadim Dom Pedro II – que é a arma símbolo dos cadetes. Na ocasião, eles também farão os compromissos de ingresso na profissão de bombeiro militar.

Conforme o comandante geral da instituição, coronel Jair Carneiro de Barros, a solenidade será ainda um momento de homenagens aos militares que contribuíram de alguma forma para o engrandecimento do CBMPB. No total, serão 95 agraciados, em categorias diversas.

Serão dados brasões de 1º classe, que reconhecem os praças que se sobressaem no exercício das funções; barretas de comando, destinadas a gestores ‘destaque’; além das medalhas de 10, 20 e 30 anos de serviço.  Militares que já estão na reserva remunerada também serão lembrados na solenidade e receberão um certificado de agradecimento pelos trabalhos desenvolvidos.

“Avançamos muito enquanto instituição ao longo da nossa história e sobretudo nos últimos anos, mas isso só foi possível pela abnegação e comprometimento dos oficiais e praças que compõem o Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba. É por isso que nesta data especial as homenagens devem ser rendidas todas para eles”, enfatizou o coronel Jair.

História – No Brasil, o início do Corpo de Bombeiros se deu em 1856, quando o Imperador Dom Pedro II, preocupado com o grande perigo de incêndios na Capital do país, na época Rio de Janeiro, instituiu o Corpo Provisório de Bombeiros da Corte.  O decreto Imperial (de número 1.775) que criou a corporação, reuniu em uma só administração as diversas seções que até então existiam para o serviço de extinção do fogo.

A partir de 1880, o Corpo de Bombeiros passou a ter organização militar e as atividades da instituição foram sendo ampliadas, não se restringindo ao combate a incêndio.  Hoje, os Corpos de Bombeiros Militares realizam serviços de resgate e salvamento de pessoas e animais, atendimento pré-hospitalar, atividades de defesa civil, de prevenção e fiscalização em edificações; além de perícias, busca com auxilio de cães e atividades de mergulho.

CBMPB - Na Paraíba, o CBMPB ainda conta com ações sociais e preventivas, através dos projetos Bombeiro na Escola, Bombeiro Mirim, Bombeiro Gol 10, Bombeiros da Reserva Ativa e Caminhar com Prevenção.  A instituição conta com aproximadamente 1.250 homens e mulheres, distribuídos por 11 unidades, entre batalhões e companhias independentes – que atendem os 223 municípios paraibanos.