Fale Conosco

19 de outubro de 2012

Dia do Médico é lembrado durante evento ecumênico no Hospital de Trauma da Capital



O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena e a Cruz Vermelha Brasileira realizaram nesta sexta-feira (19), no hall da instituição, uma celebração ecumênica e um coffee break, em homenagem ao Dia do Médico. O evento contou com a participação de um representante da igreja católica, evangélica e espírita.

Na ocasião, o padre José Carlos falou sobre a alegria que é poder salvar vidas e do amor dos profissionais para com os seus pacientes. “Cuidar do outro nos faz cidadãos mais firmes e fortes, e é isso que esses profissionais fazem no seu dia a dia, cuidam dos seus semelhantes, e independentes de preocupações externas conseguem vencer a batalha da vida”, frisa o padre.

O médico e diretor técnico do hospital, Edvan Benevides, parabenizou todos os colegas e relatou que os profissionais da saúde, em muitos casos, acabam renunciando a própria vida em função do cuidado com os pacientes. “Quem entende a medicina como um chamado sabe que temos a obrigação de cuidar da vida do próximo independente de questões financeiras, raciais e ideológicas”, explica.

A celebração foi encerrada com a palavra da representante espírita, Terezinha Lima, que falou sobre o amor de Deus representado pelos médicos ao atender os enfermos, e com a oração da irmã evangélica, Amélia Hallier.