Fale Conosco

4 de agosto de 2011

Detran intensifica fiscalizações para tirar de circulação a frota irregular



O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) está intensificando as fiscalizações no trânsito, em todo o Estado, a fim de tirar de circulação a frota irregular. Um levantamento feito pelo Detran revelou que quase 300 mil veículos estão circulando irregularmente na Paraíba. Dos 763.980 veículos da frota estadual, 281.553 estão com o licenciamento atrasado, o que representa uma inadimplência de 36,85%. Existem municípios em que a inadimplência é de quase 60%. É o caso de Riacho dos Cavalos onde de 950 veículos registrados, 562 estão com o licenciamento em atraso, o que equivale a 59% da frota.

Em João Pessoa, o índice de inadimplência é de 31%. Dos 248.654 veículos, 77.407 estão com o licenciamento em atraso. Já em Campina Grande, a inadimplência é de 33%. Dos 121.146 veículos registrados na 1ª Ciretran, 41.101 estão irregulares. A menor inadimplência é em torno de 27% e foi registrada nas cidades de Damião, Casserengue e Riachão do Bacamarte.

Segundo o Detran, o maior índice de inadimplência é referente às motocicletas, que representam mais de 40% da frota paraibana. Em todo o Estado, existem mais de 150 mil motocicletas com o licenciamento em atraso. Recentemente, os proprietários de motocicletas até 150 cilindradas foram beneficiados por Medidas Provisórias do governador Ricardo Coutinho concedendo o perdão das dívidas de licenciamento, vencidas até 31 de dezembro de 2010. O benefício, estendido para casos de primeiro emplacamento e transferência de proprietário, deve ser requerido até o dia 14 de agosto.

O superintendente do Detran, Rodrigo Carvalho, lembrou que a regularização da frota é uma questão de segurança pública, considerando que um veículo com documentação irregular dificulta a localização do proprietário, em caso de envolvimento em acidentes de trânsito ou outros crimes. Sem contar com situações em que as pessoas adquirem um veículo, não transferem a propriedade e as multas permanecem em nome do dono anterior, que também é penalizado com a aplicação dos pontos na Carteira Nacional de Habilitação.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, circular com o veículo com o licenciamento em atraso é uma infração gravíssima, com 7 pontos na CNH e multa de quase 200 reais. No dia 22 de julho, o Detran, em parceria com o Batalhão de Policiamento de Trânsito, as polícias civil e militar , a STTrans e a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, iniciou as chamadas blitzen  gigantes. O objetivo é coibir o consumo de álcool antes de dirigir e verificar a documentação dos veículos e dos condutores. As fiscalizações já ocorreram em João Pessoa e Campina Grande e serão estendidas para todo o Estado.