Fale Conosco

10 de dezembro de 2012

Detran flagra 43 motoristas na lei seca e tenta identificar 330 mil veículos inadimplentes



Quarenta e três condutores foram flagrados dirigindo sob efeito do álcool e três foram parar na delegacia , durante blitz da Operação Lei Seca realizada entre a madrugada de sábado (8) e o domingo (9). A barreira policial foi montada na Avenida Epitácio Pessoa, próximo à 3ª Delegacia Distrital, no sentido praia-centro.

A maioria das pessoas flagradas durante a operação estava saindo da Festa de Iemanjá, realizada nas praias de Tambaú e Cabo Branco. Durante a fiscalização, foram abordados 221 veículos e todos os condutores foram submetidos ao teste do bafômetro. A operação também apreendeu 23 veículos dos quais 8 estavam com o licenciamento em atraso.

As blitzen da Operação Lei Seca utilizam etilômetros e bafômetros descartáveis para aplicar testes de alcoolemia, e viaturas equipadas com computadores interligados ao banco de dados do Detran para verificar a documentação de veículos e condutores.

Desde o lançamento, no dia 21 de setembro, a Operação Lei Seca, que integra as ações de policiamento de trânsito do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), já flagrou 516 motoristas paraibanos dirigindo embriagados. As fiscalizações realizadas pelos dois órgãos desde janeiro totalizam 1.438 flagrantes.

Inadimplência – Segundo o superintendente do Detran, Rodrigo Carvalho, além das fiscalizações para cumprimento da chamada ‘Lei Seca’, as ações de policiamento do Detran e do BPTran também tentarão identificar e tirar de circulação cerca de 330 mil veículos irregulares por inadimplência referente ao licenciamento 2012, o que representa 37% da frota.

De acordo com o calendário elaborado pelo Detran, em parceria  com Secretaria Estadual da Receita, todos os 876.615 veículos da frota paraibana deveriam estar licenciados, de acordo com o cronograma que divide a frota pelo final da placa. O número zero, último do calendário, venceu o prazo em 31 de outubro.

Desta forma, todos os veículos que não estejam licenciados em 2012 são considerados irregulares e devem ser apreendidos durante as fiscalizações. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, circular com o veículo com o licenciamento em atraso é infração gravíssima, com anotação de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação e multa de quase R$ 200.