Fale Conosco

18 de fevereiro de 2013

Detran amplia número de computadores e passa a exigir prova online de legislação



A partir desta terça-feira (19), todos os candidatos submetidos ao exame de legislação na 1ª Ciretran, em Campina Grande, farão a prova “online”. A determinação é do superintendente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Rodrigo Carvalho, por meio de uma portaria publicada no Diário Oficial de sábado (16).

Até então, os candidatos campinenses podiam optar entre a prova escrita ou “online” porque o número de computadores disponíveis na unidade do Detran era insuficiente para a demanda. Para garantir maior celeridade e segurança na realização dos exames, o Detran ampliou o número de computadores. O setor que antes dispunha de quatro computadores agora conta com 15 terminais.

Na prova “online”, as 30 perguntas respondidas pelo candidato são definidas por meio de um sorteio, entre dois mil quesitos. Além de fazer a prova com mais rapidez, o candidato, que para ser aprovado tem que acertar no mínimo 70% questões (21), pode conferir o resultado ao concluir o exame.

O uso dos computadores também agiliza o lançamento do resultado pelo examinador e reflete em todo processo de emissão da Carteira Nacional de Habilitação, considerando que, para a primeira Habilitação, a aprovação no exame de legislação credencia o candidato para a próxima etapa que é o retorno do candidato ao Centro de Formação de Condutores para o início das aulas práticas e posterior exame prático de direção veicular.

Segundo Rodrigo Carvalho, os investimentos do Detran em equipamentos para as Divisões de Habilitação e Registro de Veículos, como computadores, vistoria eletrônica e a implantação do sistema de biometria nos Centros de Formação de Condutores para o controle da frequência dos alunos pela impressão digital  estão conseguindo reduzir e inibir as tentativas de fraudes e irregularidades.

Ele lembrou que a Corregedoria do Detran, atualmente comandada pelo delegado civil Leonardo Souto Maior, realiza um trabalho permanente de investigação e apuração de denúncias.