Fale Conosco

25 de setembro de 2013

Detector de metais em forma de banco é testado por agentes penitenciários



detector 41 270x202 - Detector de metais em forma de banco é testado por agentes penitenciáriosA Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) adquiriu um aparelho detector de metais portátil em formato de banco para ser utilizado, inicialmente, na Penitenciária Flósculo da Nóbrega (Presídio do Roger). O equipamento detecta metais em cavidades corpóreas e possui ajuste digital de sensibilidade com diferentes níveis e avisos sonoro e luminoso, com barra de leds indicativa.

O secretário de Administração Penitenciária, Wallber Virgolino, destacou a importância da aquisição do novo equipamento. “Conforme prometido pelo Governo do Estado, estamos alinhando o processo de mudança de mentalidade dos agentes penitenciários com a utilização das novas tecnologias. Este é mais um passo importante para o melhoramento do monitoramento da entrada de materiais nas unidades prisionais e evitar constrangimentos durante as revistas íntimas, em consonância com os direitos humanos. Pretendemos adquirir exemplares deste equipamento moderno, portátil e que não oferece risco a portadores de marca-passos nem a gestantes para todos os presídios do estado”, comentou.

Detector 270x202 - Detector de metais em forma de banco é testado por agentes penitenciáriosA agente penitenciária Michelle Amorim, uma das primeiras profissionais a testar o equipamento, ressaltou que o aparelho “chegou em boa hora, pois estávamos precisando bastante do mesmo para adiantar as revistas durante as visitas, diminuir as reclamações por parte dos familiares dos detentos e evitar possíveis constrangimentos, além de que um método não invasivo, o que é mais importante”.