João Pessoa
Feed de Notícias

RoboCup 2014: Delegações de mais de 50 países são definidas ainda este mês

quarta-feira, 19 de março de 2014 - 15:36 - Fotos: 

As delegações dos 50 países que participarão da RoboCup 2014 serão selecionadas e conhecidas até o final de março, de acordo com o professor de Robótica da Universidade Estadual Paulista (Unesp), Alexandre da Silva Simões, um dos organizadores do evento. A Copa do Mundo de Robótica acontecerá em João Pessoa, no Centro de Convenções “Poeta Ronaldo Cunha Lima”, no período de 19 a 25 de julho, uma semana após a Copa Mundial de Futebol. Arenas e robôs serão utilizados depois do evento em escolas públicas.

O evento reúne ciência, tecnologia, educação e divulgação científica. É uma competição internacional da área de robótica, muito conhecida pela plataforma de futebol de robôs, mas tem uma série de outras categorias. Pesquisadores do mundo inteiro desenvolvem novas técnicas, novos robôs para atender esses desafios propostos pela RoboCup. O site www.robocup2014.org já divulga fotos e informações da capital paraibana, que vai sediar o mega evento mundial.

A secretária executiva de Ciência, Tecnologia e Inovação, Francilene Garcia, destaca que a RoboCup não somente trará para João Pessoa os cerca de 5 mil participantes (crianças, adolescentes, jovens, mestres e doutores que se dedicam à construção de robores), mas atrairá no mínimo 60 mil visitantes, muitos deles, turistas de vários países que virão ao Brasil para assistir os jogos da Copa do Mundo de Futebol. O Ministério dos Esportes selecionou a RoboCup 2014 como um dos eventos da agenda da Copa de Futebol. Acredita-se que muitos dos torcedores permanecerão aqui atraídos pelas competições de robôs”, avalia.

A secretária informa que praticamente todos os ambientes do Centro de Convenções, incluindo o Teatro que está para ser concluído, serão ocupados pelas atividades da RoboCup. Cerca de 100 arenas serão montadas para as competições. A maioria será doada à Paraíba para funcionar em escolas públicas. Computadores e alguns robôs mais simples também ficarão para serem utilizados nas escolas.

A RoboCup vai ter a participação de robôs de grandes empresas do mundo. “O evento não é só científico, também atrairá alguns segmentos empresariais interessados na robótica para sua planta industrial de automação”, ressalta Francilene Garcia. Está prevista ainda, em um supermercado da cidade, a presença de alguns robôs em demonstrações de serviços específicos, visando dar oportunidade à população ter mais proximidade a eles.

A rede de fibra óptica, com velocidade de 10 gigas, já chega ao Centro de Convenções e essa infraestrutura foi uma das ferramentas essenciais para que João Pessoa fosse escolhida para a sede mundial da RoboCup. O plano de segurança e a própria estrutura moderna do Centro de Convenções também foram fundamentais na conquista do evento.

Por determinação do governador Ricardo Coutinho, diversas secretarias de Estado estão empenhadas nessa parceria com o Governo Federal, a RoboCup Federation, a Sociedade Brasileira de Computação (SBC), Sociedade Brasileira de Automática (SBA), Universidade Estadual Paulista (Unesp), UFPB, UFCG, Convention Bureau e outros parceiros.

Caravanas de alunos serão programadas para visitarem a exposição e assistirem as competições. As atividades acontecerão nos três turnos e a entrada é grátis. A PBTur cuidará das apresentações culturais.

Os voluntários já estão se inscrevendo com o objetivo de colaborar com a RoboCup. Vão trabalhar na recepção, como guias e como instrutores, e serão treinados pelos organizadores antes do evento. O formulário de inscrição pode ser preenchido através do link http://migre.me/hOvwT

A secretária Francilene Garcia ressalta a oportunidade única que é a RoboCup para quem fala mais de um idioma. “Aqui vão estar ingleses, americanos, japoneses, chineses, espanhóis, e gente de muitas outras línguas”.

O secretário de Estado dos Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, João Azevedo, lembra que a Brasil-Canadá 3.0 serviu de estágio. “Nós tivemos um treinamento preliminar com a realização aqui de dois eventos internacionais que foram as edições da Brasil-Canadá 3.0 em 2012 e no ano passado”.

Esta é a primeira vez que o Brasil sedia o evento, que já passou por 14 países, desde 1997, quando foi realizada a primeira edição na cidade de Nagoya, Japão. Depois do Japão, a Copa Mundial de Robótica já passou pelos seguintes países: França, Suécia, Austrália, Estados Unidos, Itália, Portugal, Alemanha, China, Áustria, Singapura, Turquia, México e Holanda. Agora será a vez do Brasil, com a primeira edição na América Latina.

A capital paraibana foi anunciada como sede da RoboCup em julho do ano passado, após concorrer com Fortaleza e com cidades asiáticas, além de cidades do Canadá.

Áreas de competição – São quatro as áreas de competição: RoboCup Soccer, RoboCup Rescue, RoboCup Home e RoboCup Júnior. A RoboCup é a mais conhecida do evento, da qual participam pesquisadores e cientistas especializados no desenvolvimento robôs móveis autônomos, em tamanhos de criança e adultos. Durante as partidas de futebol, não há interferência humana no comando dos robôs, todos funcionam com sistemas de Inteligência Artificial.

Já a RoboCup Rescue é uma liga formada por pesquisadores e cientistas que desenvolvem robôs inteligentes que atuam em situações de desastres e resgate, tais como terremotos, furacões e outras catástrofes.

A RoboCup2014 deverá atrair mais de 60 mil visitantes, incluindo turistas de várias partes do mundo, que virão ao Brasil para a Copa Mundial de Futebol. Os participantes, em torno de 4 mil pessoas, incluem os pais das 1.500 crianças e adolescentes que competirão utilizando 2.000 robôs inteligentes. A competição internacional terá 600 equipes de 50 países de todos os continentes.