João Pessoa
Feed de Notícias

Debate e música encerram o Circuito Cultural no domingo

sexta-feira, 9 de maio de 2014 - 17:19 - Fotos: 

O Circuito Cultural promovido pela Secretaria Estadual de Cultura será encerrado neste domingo (11) com uma programação que começa com um debate, às 16h, no auditório da Associação Comercial, sobre o Plano Estadual de Cultura, o Sistema Estadual de Cultura e o plano decenal de metas. À noite, na Praça Antenor Navarro, Centro Histórico de João Pessoa, haverá o show do Grupo Ajamulher e, a partir das 20h30, no Pogo Pub, se apresentam as bandas Deformity, Necropolis e Caixão e Vela Preta.

A Paraíba já faz parte do Sistema Nacional de Cultura e, desde o mês passado, o governo já institucionalizou, através de Medida Provisória, o Sistema Estadual de Cultura. Isso implica que a Paraíba já está integrada a um modelo nacional de gestão de políticas culturais que está sendo implantado desde 2010 em todo o país, e tecnicamente apta a receber recursos Federais para este setor.

O debate na Associação Comercial terá as participações do secretário de Estado da Cultura, Chico César; do gerente de articulação cultural da Secult, Pedro Santos; do ativista cultural André Antério, que também será mediador do debate; e de um representante eleito pela sociedade civil para o Conselho Estadual de Cultura. O debate é público e reservará tempo para observações e perguntas da plateia.

Shows – O Grupo Ajamulher é um coletivo de artistas de estilo percussivo e performático, que tem como principal temática em suas apresentações a mulher, em sua diversidade cultural e étnica.

Deformity é uma banda baiana de death metal, que atua há 9 anos e lançou seu primeiro demo em 1999 com o single “Disgrace is coming”. O álbum completo só veio em 2010, “AnthroposDeadGoreDisgustingPhagia”, e neste ano, Deformity se prepara para lançar EP com uma mini turnê pelo Nordeste. O grupo é formado por Lucio “Brutal” (vocal), Júlio Nascimento (guitarra), Diego Corpsegrinder (guitarra), Tarcísio Medeiros (contrabaixo) e Yuri Hamayano (bateria).

Necropolis foi umas das bandas que inaugurou o som pesado na Paraíba, em 1985, e é a segunda a subir ao palco do Pogo Pub, neste domingo, com o seu thrash/power metal. Atualmente, o grupo é formado por Óliver de Lawrence (vocal); Vladimir Duarte (contrabaixo); Ricardo Almeida (guitarra); e George Medeiros (bateria). A banda está gravando nova demo que incluirá músicas da formação original, da formação atual e alguns covers.

A banda Caixão e Vela Preta mostra o show do seu EP “5 contos de brutalidade e perversidade”, lançado em novembro de 2013, que passeia pelos agressivos grindcore/ crust/ black metal. O grupo pessoense é formado por Icas (vocal), Ronyelly (guitarra), Marcel (baixo) e Magno (bateria).

Como foi – Durante três semanas, o Centro Histórico da capital vivenciou arte em seus coletivos, associações, casas de shows, praças, restaurantes e bares, com atrações de música, teatro, dança, circo, artes visuais, literatura, cultura popular, exibição de audiovisuais, além de debates com artistas e a sociedade em geral.

De dia 24 de abril a 11 de maio, de quinta-feira a domingo, o Circuito Cultural apresentou uma programação gratuita e diversificada no Centro Histórico da Capital. O projeto foi realizado pelo Governo do Estado da Paraíba, através da Secult, e pelo Movimento Varadouro Cultural, com o objetivo de chamar atenção da população e dos turistas para a vida cultural efervescente que existe nessa área.

O evento contou com a co-realização do Balaio Nordeste, Coletivo Mundo, Trupe Arlequim, Moinho Produção, Ateliê Multicultural Elioenai Gomes, Pogo Pub, Fundação Casa de Cultura Cia da Terra, Vila do Porto, Cachaçaria Philipéia, Café São Jorge; e o apoio da Imaginária, Captura.Me, Rádio Tabajara e Funesc.