João Pessoa
Feed de Notícias

Dados do Ministério da Saúde mostram que, a cada dia, 38 bebês nascem de meninas, com idades de 12

terça-feira, 3 de novembro de 2009 - 15:19 - Fotos: 
A maternidade está presente cada vez mais cedo na vida de adolescentes da Paraíba. Segundo dados do Sistema de Informações de Nascidos Vivos (Sinasc) do Ministério da Saúde, entre 2004 e setembro deste ano, 78.244 bebês nasceram de mães adolescentes, na faixa etária de 12 a 19 anos. Em média, são 14 mil nascimentos por ano, 38 por dia. Para discutir o assunto, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) realiza o I Seminário Estadual sobre Gravidez na Adolescência, que acontece nesta quarta-feira (4), a partir das 8h, no Hotel Verde Green, em Manaíra, na Capital.

Durante todo o dia, serão discutidos diversos temas, como o cenário atual da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde de Adolescentes e Jovens; saúde sexual e reprodutiva; fortalecimento de ações integradas e experiências exitosas; Caderneta do Adolescente, como instrumento para operacionalização da política de atenção integral à saúde; o atendimento, a abordagem e a conduta na gravidez de adolescentes.

O evento contará com a participação de representantes do Ministério da Saúde, das secretarias de Estado da Saúde e da Educação, Assembléia Legislativa, Procuradoria da Justiça da Infância e da Juventude, Universidade Federal da Paraíba, Conselho Estadual da Criança e do Adolescente e outros órgãos envolvidos com a temática.

Estratégias – De acordo com o Sinasc, só este ano (até setembro), já nasceram 7.907 bebês de meninas na faixa etária de 12 a 19 anos. Como estratégia para diminuir a ocorrência da gravidez na adolescência, o Governo do Estado, desde o início desta gestão, vem realizando oficinas de capacitação para técnicos e adolescentes multiplicadores.

 
Foram treinados 100 multiplicadores de informação de nove municípios: Pedras de Fogo, Caaporã, Sapé, Alagoa Grande, Lucena, Cuité, João Pessoa, Campina Grande e Lagoa Seca.

Na segunda etapa das oficinas, outros 180 adolescentes já foram contemplados com os treinamentos ministrados pelos multiplicadores, totalizando 189 adolescentes nas duas etapas.  Durante a primeira semana de maio, a SES também mobilizou os municípios para que eles desenvolverem uma programação especial, durante a Semana Estadual de Orientação sobre Gravidez na Adolescência, instituída pela Lei 8.123 de 18 de dezembro de 2006.

Dados repassados pela Gociv/SES apontam que, no Brasil, desde 1980 aumentou em 15% o número de adolescentes grávidas entre 15 e 19 anos: são cerca de 700 mil meninas se tornando mães a cada ano, no País. Desse total, 16% são partos realizados em garotas de 10 a 14 anos. Os principais motivos são falta de conhecimento dos métodos contraceptivos, pouca abordagem sobre sexualidade no processo educativo e mídia televisiva como estímulo à prática sexual precoce. A falta de informação dos pais de adolescentes foi citada pela Gociv/SES, como o principal fator para a ocorrência da gravidez nesta etapa da vida.

Caderneta do adolescente – Durante o I Seminário Estadual sobre Gravidez na Adolescência haverá o lançamento da caderneta do adolescente que será trabalhada inicialmente pelas equipes de Saúde da Família e pelos profissionais do Programa Saúde na Escola, que atuam em cinco municípios paraibanos (Alagoa Nova, Bayeux, Cabedelo, Patos e Rio Tinto), selecionados pelo Ministério da Saúde, por apresentarem um número maior de gravidez na adolescência e que serão sede de projetos-pilotos deste novo instrumento.

Em 2008, nestes municípios houve o registro de 526 adolescentes grávidas. O campeão foi o município de Patos, com 176 garotas que engravidaram de forma precoce. Em seguida, aparecem Bayeux (com 112 casos), Cabedelo (87), Rio Tinto (86) e Alagoa Nova (65).

 
A Caderneta do Adolescente tem um espaço para identificação pessoal do adolescente, dicas de saúde, de alimentação saudável, calendário de vacinas, sexualidade, problemas de saúde mais frequentes nesta fase da vida e tratamentos, entre outros.

Da Assessoria de Imprensa da SES-PB