Fale Conosco

14 de dezembro de 2011

Custo de vida em João Pessoa sobe 0,43% no mês de novembro, calcula Ideme



O Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual (Ideme) calculou aumento de 0,43% no Índice de Preços ao Consumidor da cidade de João Pessoa no mês de novembro. O acréscimo nos preços médios foi bem inferior ao registrado no mesmo mês do ano passado, quando a elevação chegou a 1,80%.

Com esse resultado o acumulado no ano ficou em 5,86% e nos últimos 12 meses foi de 7,78%. O acumulado no ano ficou um pouco abaixo do registrado no mesmo período do ano anterior de 6,86 e, nos últimos 12 meses ficou maior do que os 7,43% verificados no ano passado.

Alimentação – O grupo alimentação registrou queda de 1,20% neste mês de novembro. As maiores quedas registradas no grupo ocorreram nos itens: frutas (5,08%), carnes e peixes industrializados (4,21%), açúcares e derivados (3,90%), aves e ovos (3,79%), farinhas féculas e massas (2,31%) e cereais (1,62%). As variações positivas mais significativas ocorreram nos itens: pescados (10,15%), hortaliças e verduras (8,88%), alimentação fora do domicílio (4,15%), tubérculos e raízes leguminosas (2,08%), enlatados e conservas (1,73%), bebidas não alcoólicas e infusões (1,69%), leite e derivados (1,40%), carnes frescas e vísceras (1,23%) e óleos e gorduras (1,22%).

Vestuário: Apresentou aumento de preços médios de 5,07%, influenciado principalmente pelos reajustes de preços registrados nos itens: roupa de criança (8,61%), roupa de mulher (6,42%), calçados e bolsas (1,36%) e roupa de homem (1,23%

Transporte e comunicação: Registrou acréscimo de 1,62% devido aos reajustes verificados nos itens veículo próprio (1,70%) e transporte público (1,15%).

Serviços pessoais: Apresentou acréscimo de 1,10%. Os aumentos mais significativos foram registrados nos itens serviços pessoais (3,91%), educação (1,53%), recreação (0,73%) e fumo e bebidas alcoólicas (0,71%).

Saúde e cuidados pessoais: Apresentou variação positiva de 0,83%, impulsionado pelos aumentos de preços médios registrados nos itens: óculos e lentes (10,53%), produtos farmacêuticos (0,66%), serviços médicos (0,53%) e higiene e cuidados pessoais (0,25%).

Habitação: Registrou acréscimo de 0,49%. Os maiores aumentos de preços médios ocorreram nos itens: artigos de limpeza (2,10%), aluguel, condomínio e impostos (0,47%) e reparos (0,27%).                                      

Artigos de residência: Acusou queda de 2,04%, onde as mais acentuadas ocorreram nos itens: TV e som (6,16%), cama, mesa e banho (3,61%) e móveis (2,89%).                                                                                                                                                                     

Levando-se em conta apenas os reajustes individuais, os produtos/serviços cujos aumentos médios mais contribuíram para a variação em novembro de 2011, foram: passagem aérea (58,67%), lente de óculos (28,26%, sapato masculino (19,26%), língua de boi (17,74%), calcinha infantil (16,76%), couve (15,75%), sabão de côco (15,18%), coentro (14,86%), fralda (13,91%), pilha (13,40%), peixe fresco (12,20%), tomate (10,30%), batata inglesa (9,72%), roupa de bebê (8,88%), cueca (8,78%), calça feminina (8,31%), óleos e loções (8,25%), gasolina (7,56%), camiseta masculina (7,41%), ferro de passar roupa (7,05%), blusa e camiseta femininas (6,99%), cebola (6,19%) e álcool combustível (4,33%).

 

ÍNDICE DE PREÇOS AO CONSUMIDOR

RESULTADOS OBTIDOS EM NÍVEL GERAL E DE GRUPOS – novembro/11

 Em %

                                                                                        VARIAÇÕES ACUMULADAS
GRUPOS E ITENS

NO MÊS

NO ANO

EM 12 MESES

GERAL

 

0,43

 

5,86

 

7,78

 

ALIMENTAÇÃO

 

-1,20

 

-2,23

 

            2,74

 

HABITAÇÃO

0,49

6,62

7,27

Aluguel, condomínio e impostos

0,47

5,80

6,32

Reparos

10,91

30,81

35,62

Artigos de limpeza

2,10

3,71

5,67

Serviços públicos

1,00

12,09

12,09

ARTIGOS DE RESIDÊNCIA

-2,04

-4,26

-7,10

TV e som

-6,16

1,89

3,03

Eletrodomésticos e equipamentos

-0,88

-11,93

-15,10

Móveis

-2,89

-8,00

-13,70

Utensílios e enfeites

-0,09

10,05

12,93

Cama, mesa e banho

-3,61

55,70

64,58

VESTUÁRIO

5,07

37,17

41,86

Roupa de homem

1,23

51,56

52,03

Roupa de mulher

6,42

39,75

49,07

Roupa de criança

8,61

33,18

34,97

Calçados e outros apetrechos

1,36

28,08

23,49

Jóias e tecidos

-7,30

31,64

28,83

TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES

1,62

6,51

13,75

Transportes públicos

1,15

2,53

9,36

Veículo próprio

1,70

6,92

14,40

Comunicações

0,00

1,92

2,33

SAÚDE E CUIDADOS PESSOAIS

0,83

7,30

6,98

Produtos farmacêuticos

0,66

6,62

6,64

Higiene e serviços pessoais

0,25

3,47

2,71

Óculos e lentes

10,83

25,18

23,28

Serviços médicos

0,53

25,17

26,20

SERVIÇOS PESSOAIS

1,10

13,56

14,33

Serviços pessoais

3,91

10,28

10,05

Recreação

0,73

41,57

43,92

Educação

1,53

8,29

8,86

Leitura

-3,00

11,62

11,83

Fumo e álcool

0,71

4,78

8,85

Outras despesas pessoais

-2,12

17,68

21,64

Fonte: Índice de Preços ao Consumidor – IDEME – João Pessoa – PB