Fale Conosco

20 de março de 2014

Custo de vida em João Pessoa apresenta acréscimo de 0,47% no mês de fevereiro



A pesquisa do Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual (Ideme) referente ao Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da cidade de João Pessoa no mês de fevereiro deste ano apontou um acréscimo de 0,47% no preço médio de produtos e serviços. Com esse resultado, o percentual acumulado correspondente ao custo de vida na capital paraibana nos últimos 12 meses ficou em 8,55% e 1,12% neste ano.Dentre os grupos que compõem o estudo, apenas Alimentação e Saúde apresentaram decréscimos de 2,64% e 0,33%, respectivamente.

De acordo com o estudo, o grupo Alimentação registrou variações negativas nos preços médios de itens como: aves e ovos (-6,39%), frutas (-5,35%), pescados (-4,61%), tubérculos e raízes (-3,72%), hortaliças e verduras (-3,63%) e óleos e gorduras (-2,81%). Mas também apresentou variações positivas em outros produtos, a exemplo de carnes e peixes industrializados (4,83%), alimentação fora do domicílio (3,78%) e carnes frescas, vísceras (1,20%).Já no grupo Saúde e Cuidados Pessoais, o decréscimo foi influenciado pela queda de preços médios no item higiene e cuidados pessoais (-2,48%). Mesmo com essas desinflações, os outros cinco grupos impulsionaram o IPC de João Pessoa positivamente em fevereiro/14, com variações entre 0,39% e 3,63%.

No grupo Vestuário foi registrado um acréscimo de 3,63%, sendo as maiores elevações de preços médios observadas nos itens: joias e tecidos (4,85%), roupa de mulher (4,24%) e roupa de criança (3,83%). Nos Artigos de Residência, a pesquisa do Ideme apontou aumento de 3,05% com acréscimos de preços médios nos itens: TV e som (14,02%), móveis (6,62%), cama mesa e banho (2,05%) e eletrodomésticos e equipamentos (0,27%). Já o grupo Serviços Pessoais revelou alta de 2,16%; Transporte e Comunicação de 1,04% e Habitação de 0,39%.

Levando-se em consideração apenas os reajustes individuais, os produtos cujos preços mais aumentaram em fevereiro foram: sandália para homem (49,29%), passagem aérea (31,94%), cueca ( 30,00%), calcinha de criança (13,87%), tapetes (25,84%), feijão verde (25,31%), livros didáticos (23,62%), curso de línguas (25,00%), vestido de criança (17,41%), abacaxi (18,64%), armação de óculos (18,51%), carne de bode (16,68%), aparelho de som (15,67%), roupa de banho (15,26%), charque de 1ª (13,71%), liquidificador ( 13,40%), frango vivo (12,87%), curso formal (11,96%).

Quedas - As maiores quedas de preços médios foram registradas nos seguintes produtos: sapato de mulher (-24,96%), tênis de homem (-23,94%), camisa de criança (-23,58%), cortinas (-20,07%), calcinha de mulher (-16,01%), batata inglesa (-15,59%), sapato de homem (-14,12%), camarão salgado (-13,04%), meia de homem (-11,71%), fraldas (-11,04%) e camiseta de homem (-10,34%). Esses e outros dados da pesquisa do Ideme sobre o custo de vida em João Pessoa podem ser conferidos no site do instituto: www.ideme.pb.gov.br