João Pessoa
Feed de Notícias

Curso para gestores do SUS tem nova turma prevista para o 2º semestre

quinta-feira, 29 de abril de 2010 - 13:39 - Fotos: 
Termina nesta sexta-feira (30), em João Pessoa, o curso ‘Regionalização da Saúde na Paraíba’, que durou seis meses e capacitou mais de 170 gestores de saúde de 64 municípios paraibanos. O curso de educação a distância faz parte do ‘Programa Nacional de Qualificação de Gestores e Gerentes do SUS – Mais Saúde’, do Ministério da Saúde, e conta com o apoio da Secretaria de Estado da Saúde (SES). A solenidade de encerramento acontecerá das 8h às 16h30, no Hotel Netuanah, no Cabo Branco. Na ocasião, também haverá o lançamento do próximo curso, que deverá acontecer no segundo semestre deste ano.

O objetivo do curso, coordenado pela Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (ENSP), é formar equipes gestoras referenciadas na regionalização da atenção à saúde para aproximar os serviços da população usuária do Sistema Único de Saúde (SUS). Na Paraíba, as aulas tiveram inicio no dia 29 de outubro do ano passado e foram divididas em quatro unidades de aprendizagem: Fundamentos do SUS, Gestão da Atenção à Saúde, Gestão das Vigilâncias em Saúde e Gestão da Promoção da Saúde. Em todo o país, foram disponibilizadas 7.500 vagas, distribuídas para todas as unidades federativas.

Os estudantes tiveram acesso ao conteúdo pelo site www.ead.fiocruz.br e as aulas foram ministradas através de chats e fóruns. As atividades foram desenvolvidas por meio de uma plataforma virtual de aprendizagem. Os participantes (secretários de saúde, diretores, coordenadores, chefes e gerentes) foram selecionados em duas etapas. Na primeira, eles enviaram os currículos para o Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva (Nesc) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), que coordenou o curso no Estado. Na segunda, os gestores fizeram a inscrição online. Chegaram a se inscrever 216 pessoas, mas algumas desistiram.

Ampliando conhecimentos – Na opinião de Murilo Wanzeler, pesquisador do Nesc e coordenador do curso no Estado, as aulas serviram para ampliar os conhecimentos dos gestores sobre a regionalização da saúde. “Além disso, o curso deu uma experiência boa para os participantes na utilização de uma ferramenta de ensino a distância e na própria dinâmica em torno do debate da regionalização, expandindo-se para outras instâncias do SUS já que o tema será levado às secretarias de saúde, aos colegiados de gestão regional e aos conselhos de saúde”, disse.

Tiveram prioridade os municípios com relatório de gestão aprovado pelo Conselho Municipal de Saúde, as quatro sedes das macrorregionais de Saúde e as 12 sedes das gerências regionais de saúde, além de representantes da SES. Os alunos foram divididos em oito turmas e cada uma teve o acompanhamento de um tutor para orientá-los e tirar as dúvidas. O curso foi provido pelo MS, Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) e ENS, em parceria com a SES, UFPB e Conselho de Secretarias Municipais de Saúde da Paraíba (Cosems-PB).

Programação – Pela manhã, os alunos farão uma avaliação do curso, através de um debate sobre o tema da regionalização, apresentações de banners e trabalhos em grupo. Eles também responderão a algumas questões sobre o conteúdo das aulas, o trabalho dos tutores, o ambiente virtual de aprendizagem e os temas enfocados (regionalização, práticas inovadoras e aluno-equipe).

Às 14h, haverá a apresentação do painel sobre Regionalização da Saúde na Paraíba, que será feita por um dos alunos e pela gerente-executiva de Planejamento e Gestão da SES, Joseneida Remígio, que representará a Comissão Intergestores Bipartite (CIB). Os trabalhos serão coordenados por Murilo Wanzeler. Às 15h30, será formada uma mesa com a participação de autoridades convidadas, entre elas, o secretário de saúde do Estado, José Maria de França, o reitor da UFPB, Rômulo Polari, e a presidente do Cosems-PB, Porcina dos Remédios Gomes.

Da Assessoria de Imprensa da SES/PB