João Pessoa
Feed de Notícias

Curso de relações etnicorraciais começa nas 12 gerências de educação

sexta-feira, 18 de novembro de 2011 - 19:35 - Fotos:  Sérgio Cavalcanti/Secom-PB

O Governo do Estado, por meio da Gerência Operacional de Integração Escola Comunidade (Goiesc), da Secretaria de Estado da Educação (SEE), e do Fórum Estadual de Educação e Diversidade Etnicorracial, iniciou nesta sexta-feira (18), nas sedes das 12 Gerências Regionais de Educação (GRE) as aulas do curso “Educação para as relações etnicorraciais”. Em João Pessoa, a abertura ocorreu na Escola de Serviço Público do Estado da Paraíba (Espep), em Mangabeira, e contou com a presença do secretário da Educação, Afonso Celso Scocuglia.

Este é o primeiro curso oferecido pela SEE na modalidade de educação à distância abordando esta temática, em cumprimento à Lei 10.639/03, que estabelece a obrigatoriedade de História e Cultura Afrobrasileira e Africana na rede de ensino. “Apesar de a lei ter sido promulgada já há algum tempo, ainda não havia sido implementada nas escolas do Estado, por falta de iniciativa dos governantes”, explicou a gerente da Goiesc, Hígia Margareth.

O objetivo do curso, que teve 1.049 inscritos, é capacitar professores, gestores e técnicos da educação básica do Estado da Paraíba para implantar os novos conteúdos no currículo de suas escolas. Educadores de todas as regiões do Estado participarão do curso, que terá três momentos presenciais: nesta sexta-feira (18), no dia 10 de fevereiro e no dia 30 de março de 2012. De 1º a 31 de janeiro haverá recesso de férias.

O secretário falou sobre a importância do curso e a necessidade de replicar as informações para multiplicar a noção de direitos humanos que engloba o tema abordado. Segundo ele, o curso é o primeiro de uma série que será realizada de acordo com a necessidade do público alvo. “A Paraíba está se adiantando às diretrizes nacionais, com essa iniciativa”, disse. Outra novidade, conforme adiantou, é que em 2012 o Governo do Estado oferecerá um curso de capacitação em ciências das religiões, em parceria com o Programa de Pós-Graduação que a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) tem nessa área.

Diferenças – De acordo com Hígia, a proposta do curso é capacitar profissionais para levar essa temática à sala de aula – em conseqüência, a família e a comunidade também serão atingidas. “O objetivo é combater o racismo e criar um Estado onde todos possam conviver com as diferenças de maneira respeitosa”, salientou.

A carga horária será de 155 horas/aula. Realizado na modalidade de educação à distância, o curso utiliza o ambiente virtual de aprendizagem Moodle, em que os inscritos terão acesso à plataforma de qualquer lugar, ligada à internet. Serão abordados temas como “História da África e das Populações Negras no Brasil”, “Cultura Afrobrasileira”, “Literatura Africana e Afrobrasileira”, “Religião e Religiosidade Afrobrasileira” e “Território e Identidade Étnica Quilombola”.

Estiveram presentes na abertura as representantes do Núcleo de Direitos Humanos da UFPB, Nazaré Zenaide, da Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana (SEMDH), Roberta Schutz, da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (SEDH), Mayara Martins e o gerente de Educação à Distância da SEE, Eduwin Gebelen.