João Pessoa
Feed de Notícias

Curso de Psicologia da UEPB avalia Reforma Psiquiátrica

terça-feira, 18 de maio de 2010 - 17:08 - Fotos: 
Há 20 anos, comemora-se a 18 de maio o ‘Dia da Luta Antimanicomial’ no Brasil. Por isso, nesta quarta-feira (19) o Departamento, a Coordenação e a Clínica de Psicologia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) promoverão a mesa redonda ‘Reforma Psiquiátrica – Avanços e Desafios’. A discussão acontecerá às 10h, na sala 9 do Prédio de Psicologia, no Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), campus de Bodocongó, em Campina Grande.
As palestrantes são as professoras do Departamento de Psicologia e do Departamento de Enfermagem, Lívia Sales Cirilo e Mércia Maria Paiva Gaudêncio, respectivamente.

O chefe do Departamento de Psicologia, Edil Ferreira, afirmou que o evento serve para lembrar essa data importante que é o ‘Dia da Luta Antimanicomial’. “No Brasil, a reforma sanitária de hospitais psiquiátricos teve início na década de 90 e vem sendo uma luta difícil de manter. As professoras, além de nossas profissionais, também trabalham nos chamados serviços substitutivos, como os Centros de Atenção Psicossocial. Na ocasião, elas também relatarão experiências”, disse.

O professor Edil Ferreira também relatou que no Departamento de Psicologia há grupos de estudo que trabalham com a temática, a exemplo do Grupo de Pesquisa e Extensão em Psicanálise e Saúde Mental. Criada em 2007, a atividade busca fomentar uma prática de ensino, pesquisa e extensão no que se refere à saúde mental, buscando atender às demandas sociais contemporâneas da área, bem como contribuir com a melhor qualificação da formação dos estudantes.

O Grupo segue três eixos temáticos: histórico-epistêmico: concepções sócio-históricas da saúde mental; epistemologia psicanalítica: a psicanálise e a saúde mental; político-institucional: políticas públicas de saúde mental; e conta com as seguintes linhas de pesquisa: família, adolescência, transgressão e violência; gênero, sexualidade, família e corpo; loucura, história e sociedade; e epistemologia psicanalítica e saúde mental.

 
Quando surgiu, um dos objetivos da equipe era que suas atividades viabilizassem a criação futura de um programa de pós-graduação. Por causa disso, pela política de expansão da pós-graduação na UEPB e pelo trabalho de diversos cursos e professores, além da Pró-reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa (PRPGP), surgiu no mesmo ano a Especialização em Saúde Mental, em cooperação técnica com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), já em sua terceira turma.

Da Assessoria de Imprensa da UEPB